Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cruzeiro bate o Ceará por placar mínimo, mas não empolga

Time mineiro teve muitas dificuldades no Parque do Sabiá e encontrou gol de pênalti na segunda etapa

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

nullEm uma atuação longe de empolgar sua torcida no Parque do Sabiá, o Cruzeiro bateu o Ceará por 1 a 0 na noite desse sábado. O gol da vitória foi marcado pelo argentino Montillo, cobrando penalidade na segunda etapa.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

O Ceará deu muito trabalho ao time mineiro em Uberlândia. Roger e Montillo tiveram muitas dificuldades para organizar as jogadas e a atuação apática em certos momentos do jogo incomodou a torcida mineira, que pediu raça aos jogadores.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos 

Divulgação
Montillo cobra o pênalti que deu a vitória sobre o Ceará
O Cruzeiro foi quem assustou primeiro no Parque do Sabiá. Roger cruzou com estilo e Ortigoza perdeu boa chance de cabeça. A partir daí, o domínio da partida foi do Ceará. Osvaldo aprontava um verdadeiro carnaval no lado esquerdo da defesa celeste.

Mas quem mais perigo levou foi Thiago Humberto. O meia teve duas chances. Uma delas parou no travessão e a outra encontrou as luvas de Fábio.

O jogo esfriou e o torcedor do Uberlândia chegou a pedir mais raça ao Cruzeiro das arquibancadas. E a cobrança parece ter acordado o time. O zagueiro Gil quase abriu o placar em bela cabeçada na cobrança de escanteio. Mas o primeiro tempo terminou mesmo sem ninguém balançar as redes.

O segundo tempo começou com o Ceará pressionando. O time nordestino teve um gol anulado, já que Heleno estava em impedido. A defesa cruzeirense seguia falhando muito. O lateral Vítor salvou em cima da linha depois que Marcelo Nicácio saiu na cara de Fábio.

A má atuação de Ortigoza não foi perdoada pela torcida de Uberlândia, que vaiou o atacante paraguaio quando ele foi substituído. Quando tudo indicava para um 0 x 0 no Parque do Sabiá, Wellington Paulista foi derrubado na área e o juiz assinalou pênalti. Montillo cobrou com categoria para balançar as redes de Diego.

O volante Charles ainda fez sua reestréia com a camisa do Cruzeiro, entrando no lugar de Roger para segurar o resultado. O técnico Joel Santana ainda foi expulso no final da partida, depois de jogar sua famosa prancheta no chão como forma de protesto contra a arbitragem.

FICHA TÉCNICA- CRUZEIRO 1X0 CEARÁ
Local: Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG)
Data: 20 de agosto de 2011, no sábado
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Jossemmar J. Diniz Moutinho e Clóvis Amaral Silva, ambos do PE
Renda: R$111.076,25
Público: 6.478 pagantes
Cartões amarelos: Gil e Charles (CRU), Anderson Luís (CEA)

Gol:
Cruzeiro: Montillo, aos 26 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Vítor, Léo, Gil e Diego Renan; Marquinhos Paraná, Fabrício, Roger (Charles) e Montillo; Ortigoza (Reis) e Wellington Paulista
Técnico: Joel Santana

CEARÁ: Diego; Boiadeiro, Fabrício, Anderson Luís e Egídio; Michel, Heleno, Rudnei (Eusébio) (Felipe Azevedo) e Thiago Humberto; Marcelo Nicácio (Washington) e Osvaldo.
Técnico: Vágner Mancini

 

Leia tudo sobre: CruzeiroCearáBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG