Wellington Paulista foi o autor dos dois gols cruzeirenses cobrando pênaltis ainda na primeira etapa

Wellington Paulista cobra penalidade e converte em Patos de Minas
Divulgação
Wellington Paulista cobra penalidade e converte em Patos de Minas
O Cruzeiro se aproveitou da fragilidade do Mamoré para conquistar seu primeiro triunfo na temporada. Em Patos de Minas, a equipe da capital bateu os donos da casa por 2 x 1. O nome da tarde foi o atacante Wellington Paulista , que fez os dois gols cruzeirenses em cobranças de penalidades.

Apesar de se tratar de um amistoso, o resultado é comemorado pela equipe celeste, já que no primeiro compromisso do ano havia sido derrotada pelo América-MG , em Uberlândia. O jogo foi o último desafio do Cruzeiro antes da estreia no Campeonato Mineiro, no próximo domingo, contra o Guarani.

Leia também: Salários atasados no Cruzeiro geram mal-estar no elenco

O goleiro Rafael gostou de sua atuação e da vitória cruzeirense. "Graças a Deus pude fazer algumas defesas na segunda etapa para contribuir com o time. Era muito importante vencer esse jogo, já que era o último antes da estreia do Campeonato Mineiro", afirmou o goleiro celeste.

O jogo
A partida começou com muito calor em Patos de Minas, com os dois times se estudando. O Cruzeiro chegou a abrir o placar logo aos seis minutos com Anselmo Ramon, mas o atacante estava impedido e o juiz anulou. O mesmo Anselmo Ramon recebeu sozinho na grande área depois de cruzamento de Wellington Paulista, mas dessa vez Thiago Wanderson foi quem evitou o gol cruzeirense.

O zagueiro Léo também quase tirou o zero de placar, com cabeçada perigosa. Mas a insistência cruzeirense foi premiada. Em uma bobeada da defesa do Mamoré, Wellington Paulista foi derrubado na área e o pênalti foi assinalado. O mesmo Paulista cobrou com força para fazer 1 x 0, o seu terceiro gol na temporada.

O segundo não demorou a sair e também em uma penalidade. Anselmo Ramon sofreu falta na área e Wellington Paulista foi para a cobrança com categoria. A bola ainda furou a rede do goleiro Thiago Wanderson.

Para o segundo tempo, o técnico Vágner Mancini promoveu a estreia do lateral Jackson, que atuava no futebol dos Estados Unidos . Mas o time da capital voltou disposto a apenas administrar o resultado conquistado na primeira etapa, dando espaços para o time da casa.

Jouberth fez grande jogada e rolou para Jonatan bater na saída de Rafael para diminuir, dando números finais ao placar.

FICHA TÉCNICA- CRUZEIRO 2X1 MAMORÉ
Local: Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz, em Patos de Minas (MG)
Data: 28 de janeiro de 2012, no sábado
Horário: 16h
Árbitro: Adriano Alves de Oliveira
Assistentes: Pedro Araújo Dias Cotta e Pablo Almeida Costa
Renda: Não divulgada
Público: Não divulgado
Cartões amarelos : Raner, Paulinho, Jonatan e Thiago Carvalho (MAM); Diego Renan, Wellington Paulista, Amaral, Gilson e Jackson (CRU)

Gols:
Cruzeiro: Wellington Paulista, aos 21 e 28 minutos do primeiro tempo
Mamoré: Jonatan, aos 26 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Rafael; Diego Renan (Jackson), Victorino, Léo e Gilson; Leandro Guerreiro, Amaral (Wallyson), Marcelo Oliveira (Everton) e Montillo; Anselmo Ramon (Bobô) e Wellington Paulista (Elber)
Técnico: Vágner Mancini

MAMORÉ: Thiago Wanderson, Ricardo (Diego Gomes), Paulinho, Jonatan (Diego Rafael) e Raner, Thiago Carvalho (Robertinho), Marcelinho, Vasconcelos (Léo Guerreiro) e Jouberth (Charles); Evandro (Tiago Pitbull) e Maxgol (Jonatan Carvalho)
Técnico: Érick Moura

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a vitória sobre o Mamoré

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.