Tamanho do texto

Equipe celeste não encontrou dificuldades e balançou as redes seis vezes na estreia da Copa do Brasil

O Cruzeiro não precisou se esforçar muito para conseguir a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. A equipe mineira estreou com tranquilidade e venceu o Rio Branco, do Acre, por 6 x 0, na casa do adversário. O resultado elimina a partida da volta em Minas Gerais.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O ataque cruzeirense funcionou bem no jogo. Walter deu três passes que resultaram nos três primeiros gols cruzeirenses. Já Wallyson balançou as redes três vezes e Anselmo Ramon também deixou sua marca. O zagueiro Léo e o volante Rudnei completaram a festa na tranquila vitória na capital acreana.

A goleada no Acre elimina a possibilidade do jogo da volta em Minas Gerais. Agora, o Cruzeiro aguarda pelo vencedor do confronto entre Chapecoense (SC) e São Mateus (ES)

O jogo
O técnico Vágner Mancini começou a partida com uma formação ofensiva, com três atacantes. E a estratégia deu certo, já que o ataque começou a partida com tudo. Walter caiu pela ponta direita e cruzou na medida para Wallyson abrir o placar de cabeça.

E o atacante Walter parecia querer mostrar serviço na chance que recebeu. O ex-jogador do Porto só não ampliou pois seu companheiro de time, Anselmo Ramon, acabou atuando como zagueiro e tirando uma bola que seguia na direção do gol. O uruguaio Victorino também tentou de cabeça, mas errou o alvo.

Anselmo Ramon toca por cima do goleiro para fazer o segundo gol no Acre
Divulgação
Anselmo Ramon toca por cima do goleiro para fazer o segundo gol no Acre

Mas o segundo gol ainda iria sair na etapa inicial. Walter colocou Anselmo Ramon na cara do goleiro. O atacante mostrou frieza e bateu por cima, ampliando a vantagem celeste. O time do Acre quase diminuiu aos 44 minutos, mas Victorino salvou em cima da linha.

O Rio Branco voltou para a segunda etapa disposto a atrapalhar os planos do Cruzeiro. Neném fez bela jogada e soltou uma bomba de fora da área. Fábio fez linda defesa e evitou o gol dos acreanos. Mas Walter seguia impossível nas assistências e, com apenas um toque, deixou Wallyson em condições de chutar com força para fazer o terceiro.

O zagueiro Léo também visitou as redes do Rio Branco, quebrando um jejum de gols da defesa celeste que já durava mais de dez meses. O defensor subiu no terceiro andar em cobrança de escanteio e completou com estilo para fazer o quarto.

E ainda havia tempo para mais. Rudnei, que entrara na segunda etapa, arriscou de fora da área e fez seu primeiro gol com a camisa cruzeirense. Wallyson mostrou que estava com a pontaria certeira e fechou a conta da festa cruzeirense no Norte do país.

FICHA TÉCNICA- RIO BRANCO 0X6 CRUZEIRO
Local: Arena da Floresta, em Rio Branco (AC)
Data : 7 de março de 2012, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro : Arnoldo Vasconcelos Figarela (RO)
Assistentes: Márcia B. Lopes Caetano e Ronieri Costa Alleyen, ambos de RO
Público: 5.174 pagantes
Renda: R$113.420,00
Cartões amarelos: Ismael, Rodrigão e Neném (RIO)

Gols:
CRUZEIRO:
Wallyson, aos seis minutos do primeiro tempo, aos 4 e aos 37 do segundo tempo; Anselmo Ramon, aos 38 minutos do primeiro tempo; Léo aos 23 minutos do segundo tempo; Rudnei, aos 33 minutos do segundo tempo

RIO BRANCO: Alencar Baú; Rafael Lopes, Rodrigão e Rubran; Ednei (Luiz Fernando), Didão, Ismael, Neném e Neílson; Douglas (Radamis) e Juliano César (Nilton Goiano)
Técnico: Samuel Cândido

CRUZEIRO: Fábio; Marcos (Rudnei), Léo, Victorino e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira e Roger (Everton); Walter (Bobô), Wallyson e Anselmo Ramon
Técnico: Vágner Mancini

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a vitória sobre o Rio Branco