Diretoria do clube mineiro estuda o valor do "incentivo" caso time consiga permanecer na Série A

Um dos personagens comuns na reta final do Brasileirão deu as caras no Cruzeiro . O time mineiro estuda recompensar seus jogadores com o famoso "bicho" caso o objetivo de permanecer na primeira divisão seja alcançado. O Cruzeiro nunca foi rebaixado no principal torneio do país e está na zona da degola atualmente.

Cruzeiro é o 17º colocado. Veja a classificação do Brasileirão

O diretor de futebol do time. Dimas Fonseca, afirmou que os jogadores não estão preocupados em receber bicho nesse momento, mas que a diretoria estuda a recompensa. "Eu tenho certeza que o jogador do Cruzeiro hoje não está preocupado com dinheiro e bicho. Ele está preocupado com a sua moral e rendimento, para tirar o clube dessa situação difícil. Agora, se houver uma possibilidade de premiar esse sacrifício no final, vamos fazer. Mas não é o objetivo principal. O objetivo principal é sair dessa situação, independentemente do dinheiro", afirmou o cartola.

Leia também: Cruzeiro vive relação de amor e ódio com sua torcida na reta final

O meia Roger afirmou que o time precisa voltar a vencer o quanto antes para tentar melhorar o aspecto emocional. "As respostas do futebol são dadas com vitórias e a gente não tem conseguido isso. Com palavras não existe isso, então temos que ir lá e tentar vencer, porque aí as coisas ficam mais amenas, o emocional melhora, tudo melhora", afirmou o armador carioca, que deve ser titular com a contusão de Montillo .

Veja também: Perrella chega a Atibaia para acompanhar Cruzeiro de perto

O time mineiro está em Atibaia, em São Paulo, para focar suas atenções no jogo contra o Internacional , no próximo domingo. O Cruzeiro está na 17ª colocação, com 34 pontos. O primeiro time fora da zona da degola é o Ceará, com 35 pontos.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente a possibilidade do "bicho"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.