Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vascaínos comparam ataques de Botafogo e Fluminense

Depois da missão de parar cabeceador Loco Abreu, desafio domingo será evitar os espaços de Fred & Cia

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

No último final de semana, o Ceará foi derrotado pela primeira vez em 2011. O 1 a 0 sofrido contra o Guarani-CE, em jogo válido pela terceira rodada do returno do Estadual, fez com que o técnico Dimas Filgueiras recebesse críticas da torcida por considerar que a equipe atuou de forma muito defensiva. Apesar das reclamações, o técnico mantém a tranquilidade.

"Sei como a torcida pensa, porque também sou um torcedor. Ela quer sempre um time todo na frente. Mas tenho que pensar como treinador. Não posso jogar como a torcida e alguns comentaristas querem, pois a cabeça que está a prêmio é a minha. Se abrir o time todo jogo e não conseguir os resultados, quem é demitido sou eu", revelou ao Diário do Nordeste.

Neste ano, o Ceará atuou em 17 jogos. Destes, a equipe venceu 13, empatou três e foi derrotada apenas para o Guarani-CE. Por isso, o gerente de futebol do clube, Fred Gomes, apoia Dimas.

"A diretoria acredita no trabalho dele. Não há o que contestar. Futebol é resultado. E os números do Dimas mostram isso. Ninguém fica 16 jogos invicto à toa. Não é uma derrota que mudará o planejamento", revelou.

Nesta quarta-feira o Ceará tenta retomar o caminho das vitórias, fora de casa, contra o Quixadá, às 21h50 (horário de Brasília), pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Cearense.

Leia tudo sobre: campeonato cearense 2011ceará

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG