Tamanho do texto

Atacante português chega aos 40 gols na atual temporada do Campeonato Espanhol, superando Hugo Sánchez e Telmo Zarra

Sequer houve tempo de suspense ou especulação. Cristiano Ronaldo marcou um gol logo aos três minutos de partida e tornou-se o maior artilheiro de uma edição do Campeonato Espanhol. O atacante português ainda faria mais um, aos 31 minutos do segundo tempo, alcançando 40 gols na temporada. O Real Madrid atropelou o Almería, lanterna da competição, por 8 a 1.

Emmanuel Adebayor marcou três vezes, e Karim Benzema balançou as redes outras duas, ajudando no show do Real. O novato Joselu, aos 41 do segundo tempo, também fez o seu. O grande resultado não valeu muita coisa além de estatísticas para o time de Madri, vice-campeão na temporada e garantido na Liga dos Campeões. Cristiano Ronaldo superou Hugo Sánchez, também do Real, e Telmo Zarra, do Athletic Bilbao, ambos com 38 gols em uma só temporada do Espanhol.

Sem demora, Ronaldo abriu o placar, garantiu o recorde, e ainda fez mais um para
AP
Sem demora, Ronaldo abriu o placar, garantiu o recorde, e ainda fez mais um para "arredondar" a marca no segundo tempo

Para o Real Madrid, a marca de Ronaldo é ainda maior. A Liga Espanhola, no entanto, credita a Pepe um gol marcado ainda na terceira rodada. Na ocasião, o atacante cobrou falta e contou com desvio nas costas do defensor para balançar a rede. De qualquer forma, o português é o artilheiro disparado da competição na temporada. Messi, vice-artilheiro, ficou para trás nas últimas rodadas, e terminou com 31 gols.

Sozinho, Cristiano Ronaldo marcou mais gols que todo o time do Almería, massacrado hoje no Santiago Bernabéu. A equipe, lanterna e rebaixada por antecipação, fez 36 gols em toda a competição.A comparação prova a inferioridade do Almería e justifica a facilidade com que o vice-campeão Real Madrid goleou na despedida da temporada. Com os oito gols, a equipe merengue superou a marca centenária, com 102 gols marcados na competição.

O jogo

A equipe da capital precisou de quatro minutos para sair na frente: Sergio Ramos recebeu cruzamento e cabeceou para Cristiano Ronaldo tocar para a rede. Aos 31 minutos, Adebayor ampliou a vantagem do time comandado por José Mourinho. O atacante togolês recebeu ótimo passe de Ozil e tocou na saída do goleiro Esteban para fazer o segundo. No minuto seguinte, entretanto, a equipe visitante descontou, com gol de Kalu Uche.

No retorno do intervalo, o Real tratou de resolver o jogo com Benzema e Adebayor, que marcaram dois gols cada na etapa complementar. O francês fez aos dois e aos 18 minutos, ao passo que o togolês marcou seu segundo gol aos seis e o terceiro aos 27 minutos.

O jogo estava completamente liquidado, mas Cristiano Ronaldo seguiu em campo para ampliar o recorde. Aos 31 minutos, o português ampliou a marca com seu 40o gol. Ronaldo não foi substituído até o final, mas quem fez o oitavo do Real e fechou o massacre foi Joselu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.