Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Criciúma renova com meia Roni por mais três anos

Com o aumento de salário, a multa rescisória do jogador foi para cerca de R$ 5 milhões

Gazeta |

Na semana em que completou um ano no comando do Criciúma, foi o presidente Antenor Angeloni quem deu um presente à torcida: Renovou com Roni, principal jogador da equipe, por mais três anos. 

O contrato do meia só terminaria na metade do ano que vem, mas após boas atuações pelo time, o jogador vinha sendo assediado por empresários que fizeram propostas, recusadas pelo Criciúma, de até R$ 2 milhões pelo atleta.

Na noite de terça-feira, dirigentes do time catarinense reuniram-se com os procuradores de Roni e fizeram um acordo que resultou no aumento do salário, prorrogação de seu contrato e elevou sua multa rescisória para cerca de R$ 5 milhões.

O jogador se mostrou contente com a renovação do contrato e a atenção dispensada pela direção do clube. "Só tenho a agradecer a todos, pelo carinho comigo e com a minha família. Agora é manter o foco e ajudar o Criciúma no Catarinense e na Série B", declarou Roni.

Leia tudo sobre: Criciúma

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG