Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Criciúma bate Americana com gol no final

Doriva, aos 47 minutos do segundo tempo, cabeceou sem chances para Jailson e decidiu o jogo

Gazeta |

O Criciúma tentou, pressionou e perdeu algumas chances de marcar, mas conseguiu, com um gol de Doriva, aos 47 minutos do segundo tempo, bater o  Americana por 1 a 0 na noite desta sexta-feira, no estádio Heriberto Hulse, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, os catarinenses chegaram aos 23 pontos conquistados, encostando no Náutico, quarto colocado e primeiro integrante do G-4 com a mesma pontuação. Já o Americana ficou com 21, e pode ver a zona de classificação se distanciar com os jogos deste sábado. 

Na próxima rodada, os comandados de Toninho Cecílio têm um confronto direto, já que encaram a vice-líder Ponte Preta, em casa, enquanto o Tigre também dura missão, diante da líder Portuguesa, no Canindé.

O Jogo
O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo Criciúma. Impondo pressão desde os minutos iniciais, o Tigre parou no goleiro Jailson e no gramado encharcado do Heriberto Hulse. Logo aos dois minutos, Toninho aproveitou escateio e cabeceou firme para boa defesa do goleiro adversário.

Outra boa chance veio com Adeilson, aos 16 minutos, aproveitando bom lance do ataque anfitrião e batendo na rede, só que pelo lado de fora. Na resposta, uma ótima chance dos visitantes. Após confusão na área, a bola acabou acertando a trave de Andrey, dando um susto nos torcedores.

Logo depois, o Americana perdeu dois atletas por contusão, tendo que se reformular em campo. Mas o time da casa não aproveitou a desorganização do adversário, reclamando muito com o juiz a cada lance mais ríspido.

Até o encerramento do primeiro tempo, o Tigre ainda teve duas ótimas chance. Aos 33, Zé Carlos chutou e forçou Jailson a operar um milagre. Já aos 40 minutos, Pedro Carmona invadiu a área e, cara a cara com Jailson, tentou o toque por cima, mas parou em mais uma bela defesa do arqueiro rival.

Na etapa final, os anfitriões voltaram a pressionar, mas sem a mesma intensidade. As expulsões de Rogélio e Charles após confusão, logo aos dez minutos, deixaram o clima ainda mais nervoso. Extremamente agitados, os donos da casa não conseguiam finalizar com categoria e novamente iam perdendo chance atrás de chance.

Porém, quando tudo parecia se encaminhar para um frustrante 0 a 0, o elemento surpresa apareceu. Após levantamento da direita, Doriva surgiu entre os zagueiros e testou firme, sem chances para Jailson.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1 X 0 AMERICANA

Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 29 de julho de 2011, sexta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (FIFA - RJ)
Assistentes: Marcelo Braz Mariano e Andréa Marcelino de Sá (ambos do RJ)
Cartões Amarelos: Zé Carlos, Rogélio, Andrey e Pedro Carmona (Criciúma; Jorge Luis (Americana)
Cartões Vermelhos: Rogélio (Criciúma); Charles (Americana)
Gols: Doriva, aos 48 minutos do segundo tempo

CRICIÚMA: Andrey; Fabinho Capixaba, Rogélio, Toninho e Pirão; Henik, Baraka, Aloísio (Doriva) e Pedro Carmona; Adeílson e Zé Carlos (Schwenck)
Técnico: Guto Ferreira

AMERICANA: Jailson; Paulo Sérgio (Luiz Felipe), Jorge Luís, Thiago Gomes e Magal; Léo Silva, Alê, Moacir e Marcinho; André Luiz e Reinaldo (Charles)
Técnico: Toninho Cecílio

Leia tudo sobre: série b 2011criciúmaamericana

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG