Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corte de Fabrício contra o Flu deixa o jogador insatisfeito

Volante foi poupado do último jogo do Fluminense e não gostou, dizendo que precisa de sequência no Cruzeiro

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

A ausência do volante Fabrício no duelo contra o Fluminense, no Engenhão, gerou polêmica no Cruzeiro. O nome do jogador estava na relação oficial divulgada pelo clube, mas o jogador sequer viajou para o Rio de Janeiro. Nessa segunda-feira, o volante revelou que essa foi uma decisão da comissão técnica e que ele não está com nenhuma lesão.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Fabrício revelou que sentiu sim um desconforto muscular antes do jogo, mas que reunia condições de entrar em campo. “Estava com um pouco de dor muscular, mas faz parte. Quem está voltando de lesão e treina forte, sente um pouquinho. Mas o pessoal achou melhor, por precaução, me tirar do jogo. Foi feito um exame, não foi constatado nada. Opção deles e tenho que respeitar. Estou aqui para cumprir ordens. Não todas, mas a maioria tentamos acatar”, disse em tom misterioso.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Fabrício não quis criar polêmica com o técnico Cuca, mas deixou claro que quer mais oportunidades no Cruzeiro. “Só cabe a mim trabalhar, falar pouco e mostrar dentro de campo. Lógico que para mostrar, preciso da oportunidade. O que posso dizer é que as oportunidades não estão vindo. Todo mundo sabe, vocês (da imprensa) sabem, o torcedor. Todos sabem que o jogador melhora quando está jogando. Preciso de uma sequência para voltar a ser o que eu era”, ressaltou Fabrício.

Perguntado se estava feliz no Cruzeiro, o volante foi irônico. “Estou trabalhando, com saúde. Tenho que estar feliz”, disse depois de pensar um pouco. O jogador ainda deu indícios que existem problemas internos no time mineiro. “Muitas coisas se passam internamente. Sei que é o trabalho de vocês querer saber tudo. Seria até legal o torcedor saber tudo. Mas é complicado falar o que se passa internamente. A gente fica quieto, só pensando em trabalhar e ter oportunidade de jogar. Falar muito expõe algumas coisas que não são legais e não gosto de aparecer dessa forma”, concluiu o volante.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Fabrício

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG