Time paranaense segue firme na luta por vaga na Libertadores e mineiros já não vencem há seis rodadas

nullO Coritiba não tomou conhecimento do Cruzeiro em seus domínios e venceu o adversário por 2 a 1, na noite dessa quarta-feira. Os gols do time paranaense foram marcados pelos atacantes Bill e Marcos Aurélio. Bobô fez seu primeiro gol pelo Cruzeiro, mas não foi o suficiente para evitar novo tropeço.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

O resultado deixa o Coritiba vivo na briga por uma vaga na Libertadores, enquanto o Cruzeiro observa passivo a aproximação do pelotão que luta contra o rebaixamento. Já são seis rodadas sem triunfos e a pressão sobre o técnico Emerson Ávila é enorme, já que ele ainda não conseguiu vencer no comando do time.

Veja como foi o duelo entre Coritiba e Cruzeiro no primeiro turno

Emerson Ávila surpreendeu na escalação do Cruzeiro, colocando os garotos Gil Bahia e Elber como titulares. “Aposta na velocidade, tentar usar o contra-ataque de forma contundente”, explicou o treinador cruzeirense. Mas a estratégia não deu certo e a primeira etapa foi um verdadeiro massacre do time de Marcelo Oliveira.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

O Coritiba começou a partida com uma pressão incrível. Luccas Claro apareceu como elemento surpresa em um cruzamento e chutou nas redes pelo lado de fora. Depois, Fábio salvou uma cabeçada com defesa milagrosa. Mas a insistência paranaense foi premiada. O goleiro cruzeirense espalmou mal um cruzamento e Marcos Aurélio chutou por cobertura para abrir o placar.

Rafinha quase ampliou no final da primeira etapa, mas o chute raspou a trave de Fábio. O time mineiro terminou o primeiro tempo sem chutar uma bola ao gol adversário e no lucro com o 1 a 0 negativo. “Demos uma bobeira no rebote e tomamos o gol”, justificou Marquinhos Paraná.

Emerson Ávila tentou corrigir a formação do Cruzeiro no intervalo promovendo a entrada de Bobô no lugar de Gil Bahia. O time mineiro até que passou a se aventurar mais no ataque, mas o contra-golpe do Coritiba foi fatal. Bill foi lançado, passou por Léo como quis e bateu com força para fazer o segundo.

O Cruzeiro diminuiu em lance de bola parada. Montillo cobrou escanteio e Bobô marcou de cabeça. O time azul ainda esboçou uma pressão no final da partida, mas o técnico Marcelo Oliveira soube armar sua retranca para segurar o resultado no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA- CORITIBA 2X1 CRUZEIRO
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 21 de setembro de 2011, na quarta-feira
Horário: 20h30, de Brasília
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Cristhian Passos Sorence, ambos de GO
Renda: Não divulgada
Público: 17.756 pagantes
Cartões amarelos: Léo Gago e Everton Costa (COR); Léo, Everton e Fabrício (CRU)

Gols
Coritiba: Marcos Aurélio, aos 22 minutos do primeiro tempo; Bill aos 13 minutos do segundo tempo
Cruzeiro: Bobô, aos 19 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Emerson, Luccas Claro e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago (William), Tcheco e Rafinha (Everton Costa); Bill e Marcos Aurélio (Anderson Aquino)
Técnico: Marcelo Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Gil Bahia (Bobô), Victorino, Léo e Everton; Fabrício, Marquinhos Paraná; Leandro Guerreiro (Sandro Manoel) e Montillo; Ortigoza (Bruninho) e Elber
Técnico: Emerson Ávila

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.