Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Coritiba quase vacila, mas vence o Operário em casa

Campeão do primeiro turno, time da capital paranaense começou bem a caminhada no segundo

Gazeta |

Campeão do primeiro turno do Campeonato Paranaense, o Coritiba manteve o ritmo na primeira rodada do returno e venceu o Operário, por 3 a 2, no Estádio Couto Pereira, já entrando na luta pela liderança da competição. Se o time, que quase vacilou ao permitir o empate por 2 a 2 durante a partida, chegar a ponta até o final do turno, garante o título antecipado do Estadual. 

O Alviverde abriu o placar aos 23 minutos do primeiro tempo, com Marcos Aurélio que acertou um belo chute da entrada da área. Aos 36 minutos, com uma batida de bico, Davi fez o segundo no Alto da Glória. No segundo tempo, com um belo chute, aos 16 minutos, Ceará descontou. Um minuto depois, com outro chute certeiro, Lisa empatou. Mas Bill, aos 31 minutos, fechou a contagem.

nullNa próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Paranavaí, quarta-feira, no Estádio Dr. Waldemiro Wagner, no interior paranaense. No mesmo dia, o Operário encara o Cascavel, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O jogo
O time da casa começou tentando imprimir seu ritmo, especialmente com a velocidade de Marcos Aurélio que, aos dois minutos levantou na área para a defesa afastar. Aos seis minutos, Eltinho fez a jogada e o cruzamento para Bill, que cabeceou firme para defesa de Ivan. Os visitantes responderam aos dez minutos, com Lisa, que arriscou um petardo de longe para Edson Bastos salvar.

O Operário equilibrou as ações e já arriscava algumas chegadas mais ousadas ao campo de ataque. Aos 15 minutos, Edson Grilo chutou forte para nova defesa de Edson Bastos, que trabalhava bastante. Do outro lado, Ivan também participava com freqüência da partida, como em um chute de Marcos Aurélio, aos 16. O Coxa sofria, até que, aos 23, Marcos Aurélio viu espaço no meio da defesa e arrematou da entrada da área para abrir o placar.

Gazeta Press
Atacante Marcos Aurélio marcou o primeiro gol do Coritiba contra o Operário, neste domingo
O Fantasma quase empatou cinco minutos depois, com Matheus, que recebeu com uma incrível liberdade e, de frente para o crime, chutou pela linha de fundo. Aos 35, depois de muita reclamação dos jogadores do Coritiba, que queriam a marcação de um pênalti em vez de falta, Émerson rolou para Davi que, de bico, arrematou para o fundo das redes. Antes do apito final, Lisa tentou descontar da entrada da área, mas carimbou a defesa.

Depois do intervalo, o Coritiba voltou pressionado. Aos dois minutos, Émerson surgiu de surpresa e chutou para fora. Aos quatro minutos foi a vez de Léo Gago arriscar e carimbar a defesa. Depois de uma jogada individual de efeito de Rafinha, a bola sobrou com Bill, aos cinco minutos, mas o atacante chutou torto, perdendo a chance.

O time visitante ainda queria dar trabalho e, aos 16, Ceará, com um chutaço, marcou um belo gol para descontar. Um minuto depois, Lisa arriscou e, assim como o companheiro, foi certeiro para empatar. No momento que o Alviverde estava melhor, o Operário acertou dois belos chutes e complicou para o time da casa. O técnico Marcelo Oliveira apostou então em Éverton Ribeiro e Anderson Aquino.

As mudanças surtiram efeito e o Coxa partiu novamente para o ataque. Aos 31 minutos, Anderson Aquino fez o levantamento e Bill apareceu para arrematar para o fundo das redes. O gol acalmou os ânimos do time em campo. Aos 39, Diego Martins arriscou o chute e Edson Bastos segurou. Aos 43, Anderson Aquino tentou um levantamento e a defesa afastou.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 3 X 2 OPERÁRIO

Local: Estádio Major Antonio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 06 de março de 2011, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Assistentes: Roberto Braatz e Bruno Boschilia

Cartão amarelo: Ícaro (Operário)

Gols: CORITIBA - Marcos Aurélio, aos 23 minutos, e Davi, aos 36 minutos do primeiro tempo; Bill, aos 31 minutos do segundo tempo
OPERÁRIO: Ceará, aos 16 minutos, e Lisa, aos 17 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Édson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Eltinho; Marcos Paulo (Anderson Aquino), Léo Gago , Davi (Éverton Ribeiro)e Rafinha; Marcos Aurélio (Geraldo) e Bill
Técnico: Marcelo Oliveira

OPERÁRIO: Ivan; Lisa, Vinícius e João Paulo; Gilson (Diego Martins), Cambará, Serginho Paulista, Edson Grilo (Alisson) e Ceará; Matheus e Ícaro (Serginho Catarinense).
Técnico: Amilton Oliveira

Leia tudo sobre: CoritibaCampeonato Paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG