Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Coritiba goleia Rio Branco e bate recorde de vitórias no estadual

Time tem 13 vitórias consecutivas no Paranaense, passando o rival Atlético-PR na história da competição

Gazeta |

nullO Coritiba segue quebrando marcas e, neste sábado, ao vencer o Rio Branco por 6 a 2, no Estádio Couto Pereira, bateu o recorde de 13 vitórias consecutivas no Campeonato Paranaense, passando o rival Atlético-PR na história da competição. Com o resultado, o Coxa está muito próximo do título antecipado do Estadual, enquanto o Leão da Estradinha se complica na briga contra a degola.

O time da casa pressionou desde o apito inicial e balançou as redes com Pereira, aos quatro minutos pegando rebote após chute de Rafinha para abrir o placar. Com um petardo, Davi, aos 15 minutos, ampliou a vantagem. Aos 45, Negreiros descontou.

Depois do intervalo, Eduardo Salles empatou com um golaço, aos cinco minutos. Mas Anderson Aquino, aos 13 e aos 16 minutos, Bill, aos 24 minutos, e Leonardo, aos 38, definiram.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o Corinthians-PR, apenas no outro domingo, no Alto da Glória. Já o Rio Branco recebe no Gigante do Itiberê, em Paranaguá, no mesmo dia, o Iraty.

O jogo - O Alviverde começou pressionando e, logo no primeiro lance, Rafinha cobrou falta, o goleiro saiu errado e a bola foi pela linha e fundo. Mas, aos quatro minutos, Rafinha mandou o petardo, carimbou a trave e, no rebote, Pereira apareceu para empurrar para o fundo das redes. Aos sete minutos, novamente o meia Rafinha arriscou de fora da área e levou perigo. Aos dez, Anderson Aquino também chutou para fora.

A superioridade do time da casa era evidente, restando ao Leão da Estradinha chutes despretensiosos, como aos 15 minutos, com Baiano, que parou nas mãos de Edson Bastos. Na resposta, Davi pegou rebote da defesa e arrematou bonito para ampliar a vantagem no placar. O Coxa trocava passes, administrando bem a partida e se poupando. Aos 26, Rafinha tabelou com Bill, recebeu na cara do gol e bateu para fora, perdendo um gol incrível.

O Coritiba jogava fácil, mas perdias muitas oportunidades de matar de vez a partida. Aos 30 minutos, Anderson Aquino apareceu com muita liberdade após passe de Bill e não alcançou. Rafinha até balançou as redes aos 35 minutos, mas o árbitro anulou anotando o impedimento. Mais uma triangulação no ataque coxa-branca, aos 40 minutos, que terminou com uma cabeçada de Jonas por cima da meta. Aos 45 minutos, Negreiros descontou, aproveitando falha da defesa.

Na segunda etapa, Léo Gago tentou resolver logo no primeiro minuto com uma bomba, mas acertou a defesa do Leão. O Rio Branco surpreendeu ao chegar ao empate aos cinco minutos, com Eduardo Salles, que recebeu na meia-lua e acertou o ângulo. O gol fez o Coxa acordar para a partida Anderson Aquino, aos 13 minutos, chutou no alto para colocar o time novamente na frente.

Mais tranquilo em campo, o Alviverde construiu a goleada, novamente com Anderson Aquino, que aos 16 minutos arriscou o chute no cantinho e teve sucesso. Aos 20, Bill subiu mais do que a defesa e testou pela linha de fundo. Porém, aos 24, não teve perdão e o atacante aproveitou cruzamento para bater de primeiro para o gol.

Com o resultado garantido, o técnico Marcelo Oliveira começou a poupar alguns atletas, queimando as três alterações. Jonas é mais um que mandou para as redes em impedimento, aos 30 minutos, e teve o lance anulado pela arbitragem. Aos 38 minutos, ainda deu tempo para Leonardo, que está ganhando ritmo de jogo após uma lesão, deixar sua marca, abrindo espaço e batendo para o gol.

Um pouco mais cedo - De virada, o Corinthians-PR bateu o Iraty por 2 a 1, no Eco Estádio Janguito Malucelli, se recuperando dos últimos tropeços e alcançando o Azulão, que faz uma das piores campanhas do segundo turno, na classificação geral.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 6 X 2 RIO BRANCO

Local:
Estádio Major Antonio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 02 de abril de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Everaldo Lambert dos Reis
Assistentes: Luciano Roggenbaum e André Luiz Severo

Cartões amarelos: Léo Gago e Emerson (Coritiba); Mini e Lucas (Rio Branco)

Gols: CORITIBA: Pereira, aos quatro, e Davi, aos 15 minutos do primeiro tempo; Anderson Aquino, aos 13 e aos 16, Bill, aos 24, e Leonardo, aos 38 minutos do segundo tempo
RIO BRANCO: Negreiros, aos 45 minutos do primeiro tempo; Eduardo Salles, aos cinco minutos do segundo tempo

CORITIBA: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, Léo Gago, Rafinha, Anderson Aquino (Geraldo) e Davi (Everton Ribeiro); Bill (Leonardo)
Técnico: Marcelo Oliveira

RIO BRANCO: Fabrício; Duda, Wilian, Lucas, Edmílson e Leandro; Mini, Marco Antonio (Vinícius) e Renan Meduna (Negreiros); Eduardo Sales e Esquerdinha (Leandro).
Técnico: Ney Santos

Leia tudo sobre: coritibacampeonato paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG