Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Coritiba goleia o Roma e está a um empate do título

Próxima partida do clube, no entanto, será o clássico contra o rival Atlético-PR, na Arena da Baixada

Gazeta |

O Coritiba chegou a 20 vitórias consecutivas na temporada, uma a menos que o Palmeiras de 1996, ao bater o Roma Apucarana por 4 a 1, no estádio Bom Jesus da Lapa, pelo Campeonato Paranaense 2011. Com o resultado, o Coritiba precisa de apenas um empate no clássico diante do Atlético-PR, para comemorar o título antecipado.

A partida havia acabado de começar e, logo aos dois minutos, Éverton Ribeiro recebeu assistência de Rafinha e teve tranquilidade para empurrar para o fundo das redes. Aos 12 minutos, com um chute cruzado, Cassiano deixou tudo igual. Depois do intervalo, Bill, aos cinco minutos, fez o segundo. Émerson, de cabeça, aos 15 minutos, fez o terceiro. A goleada foi fechada por Marcos Aurélio, aos 43 minutos.

Na próxima rodada, a penúltima do segundo turno da competição, o Coritiba tem pela frente o rival, em um clássico decisivo que promete parar a cidade, domingo, na Arena da Baixada. Já o Roma tem pela frente o Corinthians-PR, sábado, no Eco-estádio Janguito Malucelli, em Curitiba.

O jogo
Quem esperava um Coritiba ansioso, logo viu a resposta do time visitante, que aos dois minutos abriu o placar com Éverton Ribeiro, que recebeu passe açucarado de Rafinha e, com liberdade, escolheu o canto para marcar. Aos cinco minutos, Rafinha chutou no ângulo e Rudy fez uma defesa espetacular, cedendo escanteio. Após a cobrança, Bill, embaixo das traves, furou, perdendo uma chance incrível.

Com muita tranquilidade o Coxa dominava a partida, aproveitando a fragilidade da equipe do Roma, assustada em campo. Porém, num cochilo da defesa coritibana, aos 12 minutos, Cassiano entrou na diagonal e fuzilou para deixar tudo igual. Aos 17 minutos, Cassiano recebeu uma pancada na cabeça no ar e ficou alguns minutos no gramado para receber atendimento, saindo enfaixado.

Com a bola rolando, o time da casa mostrou que o gol acalmou as coisas, equilibrando as ações. Aos 21 minutos, Alex chutou, Neno desviou no caminho e Edson Bastos ficou com a bola. Dois minutos depois, Luis Paulo, dentro da área, não conseguiu desviar cruzamento nos seus pés. Aos 29 minutos, Marcos Aurélio partiu para cima da defesa, recebeu a trombada, mas concluiu, para fora. De bicicleta, Eurico tentou surpreender, aos 32 minutos, e errou o alvo. Outra vez, na pequena área, Bill, aos 40 minutos, perdeu o gol mais feito da partida.

Na segunda etapa,o Coritiba entrou em campo com a mesma vontade que começou a partida. Aos quatro minutos, William chutou cruzado, Bill desviou e a bola beijou o travessão. Não parecia a tarde do atacante, que já havia perdido três gols inacreditáveis. Até que, aos cinco minutos, Marcos Aurélio cobrou falta, Rudy deu rebote e Bill apareceu para estufar as redes. Aos 14 minutos, Émerson, de cabeça, fez o terceiro depois de cobrança de escanteio.

O gol deu tranquilidade ao Alviverde, que passou a administrar a partida. O técnico Marcelo Oliveira aproveitou para começar a poupar alguns titulares, especialmente os pendurados, como o meia Rafinha. Aos 19 minutos, Everton Ribeiro arriscou o chute e Rudy defendeu. Bill tentou ampliar aos 26 minutos, com uma batida cruzada, pela linha de fundo. Aproveitando uma falha do goleiro, Léo Gago arrematou e foi mais um a perder gol.

Cipó entrou em velocidade pela lateral da área alviverde, aos 32 minutos, e Pereira chegou cortando o chute, cedendo escanteio. Aos 36 minutos, a resposta veio com Marcos Aurélio, cobrando falta para a defesa de Rudy. Aos 40 minutos, Jeci sentiu uma lesão e pode preocupar para a reta final do Estadual. Faltava o de Marcos Aurélio, que aos 43 minutos, lutou na área e chutou mascado para fechar a goleada. O ORma ainda perdeu um pênalti, aos 48 minutos, com Warley.

Mais três partidas
A rodada teve mais três jogos disputados no horário das 16h (horário de Brasília). O Rio Branco, lutando para permanecer na primeira divisão, conseguiu uma vitória fundamental diante do Arapongas, por 2 a 1, se afastando da degola. Já o Operário, em um duelo direto para saber que é o melhor do interior, caiu em casa diante do Cianorte, por 2 a 0, no Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa. O já rebaixado Cascavel recebeu o Corinthians Paranaense e ficou no empate em 3 a 3.

FICHA TÉCNICA - ROMA APUCARANA 1 X 4 CORITIBA

Local: Estádio Bom Jesus da Lapa, em Apucarana (PR)
Data: 17 de abril de 2011, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes
Assistentes: José Amilton Pontarolo e Moisés Aparecido de Souza
Cartões amarelos: Lucas Mendes (Coritiba)

Gols:
CORITIBA: Éverton Ribeiro, aos 02 minutos do primeiro tempo; Bill, aos 05, Émerson, aos 15, e Marcos Aurélio, aos 43 minutos do segundo tempo
ROMA: Cassiano, aos 12 minutos do primeiro tempo

ROMA: Rudy; Cassiano, Juninho, Luis Paulo e Rogerinho; Cassiano, Eurico, Doriva e Lira (Cipó); Neno (Danielzinho) e Warley Técnico: Richard Malka

CORITIBA: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Émerson e Lucas Mendes; William, Léo Gago, Everton Ribeiro (Geraldo), Marcos Aurélio e Rafinha (Jeci); Bill (Leonardo) Técnico: Marcelo Oliveira

Leia tudo sobre: coritibacampeonato paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG