Jogo decisivo daquele ano decretou rebaixamento do time alviverde, teve invasão de campo e muita violência

Gazeta Press
Torcedor do Coritiba ferido por conta das cenas de violência em dezembro de 2009
Coritiba e Fluminense voltam a campo no Couto Pereira, neste sábado, pela 10ª rodada do Brasileirão. O último encontro entre as duas equipes no estádio alviverde ainda está na memória de jogadores e principalmente de torcedores.

Afinal de contas, aquele 1 a 1, no dia 6 de dezembro de 2009 decretou o rebaixamento do time paranaense e o triunfo de uma arrancada que livrou o tricolor carioca da Série B.

Com o resultado, a torcida alviverde invadiu o gramado e promoveu uma pancadaria generalizada com a polícia, que depois se estendeu para as ruas de Curitiba. A conseqüência disso foi a punição do Coritiba com a perda de dez mandos de campo.

“São duas grandes equipes. Não tem que se resumir ao incidente. Foi uma partida só, que foi decisiva e já passou. Agora é outra situação. Mudou muita coisa depois daquilo”, disse o zagueiro Pereira, que fez o gol do Coritiba naquele jogo.

Abel Braga comanda treino do Fluminense
Photocamera
Abel Braga comanda treino do Fluminense

"Entre os jogadores não teve problema nenhum. Aquilo foi um problema dos torcedores que se revoltaram com o rebaixamento do Coritiba. Aquele jogo é passado, ficou para trás e queremos apenas buscar a vitória contra o Coritiba para tentar colar no bloco de cima da tabela", afirmou o volante Diguinho, que não esteve em campo em 2009 porque estava suspenso.

Para o jogo deste sábado, o técnico Abel Braga promete um Fluminense com esquema ofensivo. A grande novidade pode ser o retorno de Deco, que em princípio, começaria no banco. Mas como o apoiador Marquinho foi cortado por problemas contratuais (ele teria uma proposta de outro clube), Deco briga pela vaga no meio com Diogo e Fernando.

“O esquema vai ser normal, com dois zagueiros e um time ofensivo. Deco está relacionado e provavelmente vai participar um pouco do jogo", disse Abel.

Pelo lado do Coritiba, o técnico Marcelo Oliveira terá o retorno do meia Rafinha. Porém, ele não terá o lateral Jonas e aposta em Jeferson Maranhão. Na frente, Aquino começa no banco e Marcos Aurélio e Leonardo serão os atacantes.

“Nosso objetivo é brigar lá em cima e a equipe já mostrou que tem condições. A gente tem condições de ganhar do Fluminense aqui dentro de casa com o apoio da torcida, que é fundamental, e sábado a gente tem que estar muito motivado”, avaliou Maranhão.

O Fluminense é o nono colocado na tabela com 12 pontos, enquanto o Coritiba é o 14º, com dez pontos na classificação do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA - CORITIBA X FLUMINENSE
Local : Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data : 16/07, esse sábado
Hora: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto e João Nobre Chaves (ambos de SP)

Coritiba: Edson Bastos; Maranhão, Pereira, Emerson e Eltinho; Willian, Léo Gago, Tcheco e Rafinha; Marcos Aurélio e Leonardo.
Técnico: Marcelo Oliveira

Fluminense: Diego Cavalieri, Mariano, Gum, Marcio Rosário e Carlinhos, Edinho, Diguinho, Souza e Marquinho; Ciro e Rafael Moura.
Técnico: Abel Braga

*Com Marcello Pires, iG Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.