Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Coritiba bate o Duque de Caxias e está de volta à Série A

A vitória manteve a equipe paranaense na liderança da competição, com 67 pontos. O 5º colocado, que é a Portuguesa, não pode mais alcançar o time

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861640160&_c_=MiGComponente_C

Foi suado. Quase 365 dias depois da trágica queda para a segunda divisão no ano do seu centenário, o Coritiba pôde, enfim, comemorar o retorno à elite do futebol brasileiro. Nesta terça-feira, em uma partida bastante difícil, o Coxa derrotou o Duque de Caxias por 3 a 2 em São Januário, em confronto válido pela 35ª rodada da Série B.

Léo Gago, Enrico e Marcos Aurélio fizeram os gols do Coritiba na partida. Pelo lado da equipe da Baixada Fluminense, os gols foram marcados por Somália e Frontini.

A vitória manteve a equipe paranaense na liderança da competição, com 67 pontos, e classificado para a Série A do ano que vem, com três rodadas de antecedência, já que a Portuguesa, 5ª colocada, não pode mais alcançar o Coritiba. O Duque de Caxias, por sua vez, ficou estacionado na sétima posição, com 49 pontos e com remotas chances de classificação.

Na próxima rodada, o Coritiba jogará contra o Figueirense no Couto Pereira. Já a equipe da Baixada Fluminense vai até Ipatinga jogar contra a equipe da casa.

O jogo
Os jogadores do Coxa pareciam ter entrado em campo bastante concentrados para garantir a classificação sem sustos. E, em apenas um minuto, o líder da competição mostrou que não veio a passeio ao Rio e abriu o marcador após belo chute de Léo Gago, que ainda bateu na trave antes de entrar no fundo das redes: 1 a 0 Coritiba.

O gol sofrido não pareceu ter assustado o Duque de Caxias. Com boas jogadas ofensivas, a equipe tentou pressionar o Coxa e chegou a assustar, após um chute na trave de Lenílson, aos 10 minutos de jogo. Um minuto depois, o Coritiba respondia com belo chute de Marcos Aurélio no travessão.

Quando o time da casa mostrava ter o controle do jogo, a equipe do Coritiba conseguiu aumentar a vantagem no placar. Após rebote do goleiro, o meia Enrico pegou de primeira na bola e ampliou para 2 a 0, aos 21 da primeira etapa.

A vantagem de dois gols no placar parecia ter tranquilizado a equipe visitante, mas o Coritiba acabou cochilando. Aos 32 minutos, o Duque de Caxias aproveitou a bobeada da zaga do adversário para fazer seu primeiro gol na partida com o veterano Somália, que já havia tentado outras vezes, sem sucesso.

A partir daí, o final da primeira etapa ficou bastante equilibrada, com as duas equipes buscando ampliar o marcador. O Duque levava perigo com a dupla Somália e Lenílson, mas esbarrava na zaga do Coxa, que mostrava uma certa insegurança com o gol sofrido.

Com a entrada de William Roberto no lugar de Enrico, o Coritiba iniciou o segundo tempo impondo seu rítimo de jogo e não dando chances aos jogadores do Duque de Caxias, que lutavam bastante, mas encontravam muitas dificuldades na armação das jogadas.

Com um chute de Leandro chaves, aos 19 minutos, e as investidas de Somália, o Duque de Caxias pressionava na partida e mostrava ter melhor posse de bola até aquele momento. Os zagueiros do Coritiba erravam na saída de bola e mostravam bastante dificuldades em paralisar a ofensiva do time da Baixada Fluminense.

Aos 28, em uma jogada perigosa pela lateral, o Coritiba mostrou estar ligado na partida. Após um belo chute, Dudu por pouco ampliou o placar. O time da casa tentou responder, após cobrança de falta de Mancuso, aos 32 minutos, mas a zaga conseguiu afastar.

Mas, de tanto insistir, o Duque de Caxias conseguiu chegar ao empate. Aos 41 minutos, o meia Frontini conseguiu deixar tudo igual, 2 a 2 em São Januário. Quando parecia que a partida ficaria mesmo no empate, o Coritiba conseguia fazer mais um gol no fim da partida. Em boa jogada individual de Tcheco, Marcos Aurélio recebeu um lindo passe, aos 44 minutos, e encobriu o goleiro Lopes, fazendo um golaço, para a alegria dos poucos torcedores do Coxa no estádio.

A partir daí, o Coxa cadenciou a partida e esperou o apito final para comemorar o acesso à elite do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
DUQUE DE CAXIAS 2 x 3 CORITIBA

Local:
Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 09 de novembro de 2010, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Jose Reinaldo do Nascimento Jr. (DF) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

Cartões amarelos: Juninho e André Luis (Duque de Caxias); Lucas Mendes, Leandro Donizete e Edson Bastos (Coritiba)

Gols: DUQUE DE CAXIAS: Somália, aos 32 minutos do primeiro tempo, e Frontini, aos 41 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Léo Gago, a 1 minuto, e Enrico, aos 21 minutos do primeiro tempo; Marcos Aurélio, aos 44 minutos do segundo tempo

DUQUE DE CAXIAS: Lopes; Amaral, Gustavo, Edson e Paulo Rodrigues; Xaves (Frontini), Mancuso, André Luis (Danilo Rios) e Leandro Chaves; Lenílson (Juninho) e Somália
Técnico: Gilson Kleina

CORITIBA: Edson Bastos; Ângelo, Jeci, Cleiton e Lucas Mendes (Dudu); Leandro Donizete, Léo Gago, Enrico (William Roberto), Rafinha (Tcheco); Marcos Aurélio e Leonardo
Técnico: Ney Franco

Leia tudo sobre: coritibaduque de caxiassérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG