Com uma nova vitória, o Corinthians terá a chance também de encostar nos primeiros do Paulistão

Futura Press
Depois de marcar na estreia, Liedson é esperança de gols corintiana
O Corinthians conseguiu reagir rapidamente após a catastrófica eliminação na pré-Libertadores, apesar dos protestos violentos de alguns torcedores organizados. Reanimado pela vitória no clássico contra o Palmeiras e pela goleada sobre o Ituano, o time dirigido por Tite quer esquecer de vez a crise com mais um resultado positivo, desta vez contra o Paulista, às 17 horas (de Brasília) deste domingo, em Jundiaí.

Com uma nova vitória, o Corinthians terá a chance também de encostar nos primeiros colocados do Campeonato Paulista. A equipe iniciou a rodada na sexta posição, com 12 pontos ganhos e um jogo a menos em relação à maioria dos seus concorrentes - o líder Palmeiras totalizava 16. Já o Paulista, que não ganha há cinco partidas, soma 8 pontos e pretende voltar a subir na tabela.

Além dos bons resultados, o Corinthians ainda contou com o retorno de Liedson para alegrar seus torcedores outra vez. O atacante reestreou com dois gols sobre o Ituano e ganhou elogios do técnico Tite e de seus companheiros. "Fiz um jogo muito bom, mas o mais importante é o Corinthians continuar vencendo, com ou sem gols meus", discursou o jogador, bastante à vontade na volta ao futebol brasileiro.

Tite também apostou em uma nova formação de meio-campo para recuperar o Corinthians. O quarteto formado por Ralf, Jucilei, Danilo e Cachito Ramírez agradou contra Palmeiras e Ituano e será mantido para o confronto com o Paulista. "É dessa maneira que a equipe deu mais resultado", justificou o treinador, que também continuará com Marcelo Oliveira improvisado na lateral esquerda.

Para os jogadores, a ligeira reação corintiana prova que o time tinha condições de ter avançado na pré-Libertadores. "Estamos tentando corrigir as coisas agora. Infelizmente, foi um pouco tarde para a Libertadores. A derrota para o Tolima ainda dói, mas a gente tem um ano inteiro pela frente para trabalhar, no Paulista e no Brasileiro", comentou o goleiro Julio Cesar.

O Paulista é mais um time que tenta se reerguer no Estadual, embora não enfrente a mesma pressão do Corinthians. O técnico Wagner Lopes acredita que o time de Jundiaí possa surpreender seu adversário se repetir o desempenho apresentado no final da derrota por 2 a 1 para o São Caetano, na rodada passada. "Não podemos nos descuidar como foi no primeiro tempo. Na segunda etapa, a equipe se organizou bem e melhorou. Vamos procurar fazer isso contra o Corinthians", projetou.

FICHA TÉCNICA
PAULISTA X CORINTHIANS

Local: Estádio Doutor Jaime Cintra, em Jundiaí (SP)
Data: 13 de fevereiro de 2011, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Márcio Henrique de Góis
Assistentes: Caio Mesquita de Almeida e Vitor Carmona Metestaine
Assistentes adicionais: Carlos Roberto dos Santos Júnior e Aurélio Sant'anna Martins

PAULISTA: Cristiano; Weldinho, Eli Sabiá, Rodrigo Sabiá e Guigov; João Paulo, Baiano, Fábio Gomes (Bruno Formigoni) e Rone Dias; Diego Barboza e Hernane
Técnico: Wagner Lopes

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Marcelo Oliveira; Ralf, Jucilei, Danilo e Cachito Ramírez; Jorge Henrique e Liedson
Técnico: Tite

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.