Tamanho do texto

Goleiro que foi herói contra o Palmeiras torce contra pênaltis, mas está de olho em Elano e companhia

Tite fechou os treinos desta quinta-feira do Corinthians , mas nos poucos minutos em que a imprensa teve acesso aos trabalhos, viu-se que o time está preparado para uma eventual disputa de pênaltis após a final contra o Santos , domingo, na Vila Belmiro. Um empate levará a disputa para as penalidades.

Júlio César disputa lance com Liedson
AE
Júlio César disputa lance com Liedson

O goleiro Júlio César comentou que todos estão preparados para uma nova sequência de pênaltis, como aconteceu na semifinal contra o Palmeiras e que já observou os santistas que fizeram gols da marca penal neste ano. Ele, contudo, torce para que não seja preciso ser herói como foi contra o rival alviverde, quando defendeu um pênalti e conduziu sua equipe à final.

"Tomara que não precise de novo, mas a gente tem de estar preparado. Já vi, sim, os pênaltis que o Santos bateu esse ano e vou rever. O Elano , o Neymar e o Zé Eduardo já marcaram e a gente precisa saber como eles batem", comentou. Elano fez quatro gols de pênalti neste Paulistão, mas o goleiro também está preocupado com as faltas e escanteios que o meia tem cobrado.

"Mais que os pênaltis, tem a bola parada do Elano que dá muito trabalho. Tem olhado vídeos também para evitar qualquer surpresa", comentou.

Após a atividade fechada para a imprensa nessa tarde, Chicão, Leandro Castán, Morais, Willian, Ramírez, Edno, Ralf, Liedson e Wallace treinaram penalidades. Desde a classificação corintiana para as partidas mata-mata do Paulistão os treinos de pênalti se tornaram correntes no CT do Parque Ecológico.

Bruno César, Paulinho, Jorge Henrique e Dentinho foram poupados da parte final do treino, segundo a assessoria de imprensa, mas não preocupam para o jogo de domingo. Eles devem voltar aos treinos normalmente na sexta-feira.