Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians tenta fazer com o Edu o mesmo que fez com Souza

Depois de ceder atacante caro ao Bahia pagando parte dos salários, objetivo agora é encontrar destino igual para o volante

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882757437&_c_=MiGComponente_C

A diretoria de futebol do Corinthians já sabe o que fazer com Edu, volante que tem contrato até dezembro de 2011 e que foi uma verdadeira decepção em 2010. Com um dos maiores salários do elenco, cerca de R$ 200 mil por mês, o Corinthians pena para encontrar um clube que se disponha a bancar este salário. Porém, assim como fez com Souza, cedido ao Bahia por empréstimo em que parte dos salários será paga pelo Corinthians, a diretoria já se dá por satisfeita se diminuir sua folha salarial pagando metade dos rendimentos do volante.

De férias, Edu prefere não comentar a sua situação. Estou descansando, vou viajar com minha esposa. Não ouvi falarem nada de empréstimo. Dia 3 (de janeiro) eu me reapresento para mais uma temporada, disse o jogador, por telefone, não querendo se alongar muito na conversa.

Se Edu ficar no Corinthians, contando o 13º salário a ser recebido por ele no final do ano que vem, o clube ainda gastará R$ 2,6 milhões com o jogador até o fim do seu contrato. Cortar ao menos parte dessa despesa é um dos objetivos da diretoria antes do início da temporada.

O volante não agradou a nenhum de seus treinadores neste ano, tanto que participou de apenas quatro dos 38 jogos do Brasileirão. Mano Menezes não o utilizou nenhuma vez nos 11 jogos em que comandou a equipe. O atual treinador da seleção brasileira deixou o volante no banco até mesmo nos amistosos realizados no período da Copa do Mundo contra Iraty e Atlético-PR, no Torneio de Londrina.

A estreia de Edu no Brasileirão aconteceu já com Adilson Batista, no clássico contra o São Paulo do primeiro turno. Entrou no segundo da vitória por 3 a 0. O ex-treinador ainda o utilizou contra Internacional (derrota por 3 a 2) e Ceará ¿ este seu único jogo como titular, empate por 2 a 2. Com Tite, nas oito partidas que dirigiu a equipe, Edu jogou apenas os minutos finais da partida contra o Avaí, vencida por 4 a 0 pelo Corinthians.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebolmercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG