Mesmo jogando dentro do Pacaembu, time não consegue a quinta vitória seguida e perde os dois primeiros pontos no campeonato

O Corinthians não tem mais 100% de aproveitamento nem a liderança isolada do Campeonato Paulista . Neste domingo, o time dirigido por Tite ficou no empate por 1 a 1 com o Bragantino (gols de Serginho e do peruano Ramírez ) e não conseguiu ultrapassar o Paulista de Jundiaí na tabela de classificação. Murilo Henrique e Vitor Júnior foram expulsos na partida.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado, o Corinthians avançou para os mesmos 13 pontos do Paulista, porém leva desvantagem no saldo de gols (8 a 5 para o time de Jundiaí). Na próxima quarta-feira, visitará o Mogi Mirim, no Romildão. O Bragantino, que passou a totalizar quatro pontos, jogará contra o Ituano no mesmo dia, no Novelli Júnior.

O jogo

A torcida do Corinthians encontrou um motivo para cantar ainda mais alto logo no início da partida deste final de semana. E não foi nada positivo. Aos dois minutos, Romarinho cobrou falta na área, onde André Astorga estava em posição irregular, e o goleiro Julio Cesar soltou a bola. Chicão e Leandro Castán se atrapalharam para afastar, facilitando para Serginho chutar para o gol.

Confira a classificação do Campeonato Paulista

Em desvantagem no placar, o Corinthians se lançou ao ataque de maneira desorganizada. A equipe de Tite contava apenas com o peruano Cachito Ramírez em seu setor criativo (Alex e Danilo foram preservados) e não conseguia ser objetiva ofensivamente. A bola rondava a área do Bragantino de um lado a outro, sem levar tanto perigo ao goleiro Alê.

Para colaborar com a armação, Gilsinho e Jorge Henrique recuaram e deram opções de jogo pelas laterais do campo. Paulinho e até o zagueiro Leandro Castán tentaram encurtar o caminho para o gol com chutes de longa distância. Mesmo de maneira desengonçada, Alê foi eficiente para espalmar todas as investidas.

Leia também: Palmeirenses e corintianos brigam na Marginal Tietê

O técnico Marcelo Veiga sabia que era difícil suportar a pressão do Corinthians durante toda a partida. Aos berros, mandou o Bragantino voltar a atacar. Restou ao time do interior, no entanto, apostar em novos erros do sistema defensivo corintiano nas jogadas de bola parada.

Já a defesa do Bragantino apelou para a rispidez para não pecar. Aos 44 minutos, o zagueiro Murilo Henrique atingiu Gilsinho, recebeu o seu segundo cartão amarelo e o vermelho. Foi o último alento do Corinthians no primeiro tempo. Do outro lado, Marco Antonio Abi Chedid, presidente do Bragantino, revoltou-se e foi cobrar o árbitro Leonardo Ferreira Lima no caminho para os vestiários.

Veja ainda: Marcelinho marca os pés na Calçada da Fama do Corinthians

Marquinho Chedid certamente ficou ainda mais nervoso no início do segundo tempo. Aos seis minutos, Cachito Ramírez fez uma bela jogada individual, carregou a bola da esquerda para a direita e acertou uma conclusão de fora da área no gol. De imediato, Marcelo Veiga entrou em ação e trocou Romarinho e Paulo Roberto por Diego Paulista e Guilherme Mattis, adotando postura mais cautelosa.

Já Tite não estava satisfeito com o empate. Vitor Júnior substituiu o apagado Ramon com a missão de abrir mais espaços para o Corinthians no ataque. Não conseguiu. Em pouco mais de dez minutos em campo, o meia recebeu dois cartões amarelos e acabou expulso. Chorou ao deixar o campo, frustrado, e precisou ser consolado pela comissão técnica.

E mais: Corinthians inicia conversas e confia em renovação com Liédson

Sem Vitor Júnior, Tite foi ousado e colocou o centroavante Elton no lugar de Chicão. O Corinthians, contudo, já não fazia a bola chegar ao ataque com a mesma eficiência de quando estava com um jogador a mais em campo. A última cartada veio com Weldinho na vaga de Gilsinho. Não era o bastante para seguir com 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista.

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS 1 X 1 BRAGANTINO
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 5 de fevereiro de 2012, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima
Assistentes: Fabio Luis Freire e Maiza Teles Paiva
Adicionais: Claudinei Forati Silva e Edson Reis Pavani Junior
Cartões amarelos: Paulinho, Gilsinho e Vitor Júnior (Corinthians); André Astorga, Murilo Henrique, Alê, Giancarlo e Diego Paulista (Bragantino)
Cartões vermelhos: Vitor Júnior (Corinthians); Murilo Henrique (Bragantino)
Gols:
CORINTHIANS: Cachito Ramírez, aos 6 minutos do segundo tempo; BRAGANTINO: Serginho, aos 2 minutos do primeiro tempo

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão (Elton), Leandro Castán e Ramon (Vitor Júnior); Ralf, Paulinho e Cachito Ramírez; Gilsinho (Weldinho), Jorge Henrique e Liedson
Técnico: Tite

BRAGANTINO: Alê; Murilo Henrique, André Astorga e Luís Henrique; Victor Ferraz, Eder, Serginho, Romarinho (Diego Paulista) e Léo Jaime; Paulo Roberto (Guilherme Mattis) e Giancarlo (Bruno)
Técnico: Marcelo Veiga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.