Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians quer usar Palmeiras como divisor de águas outra vez

Por três vezes desde outubro, time do Palestra Itália deu sobrevida ao rival do Pq. São Jorge

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Os confrontos com o Palmeiras têm tido um papel fundamental no Corinthians nos últimos meses. Sempre que a corda aperta para os lados , é contra o grande rival que o time do Parque São Jorge tem buscado forças para se reabilitar e engrenar bons resultados. Será assim novamente no domingo, quando o Corinthians tentará o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro contra o rival depois de uma sequência ruim de resultados (apenas duas vitórias nos últimos oito jogos)

Bruno Winckler
Risadas em mosaico no Pacaembu motivaram o Corinthians após eliminação na Libertadores

Siga as páginas do iG dedicadas ao Corinthians e ao Palmeiras no Twitter

O Palmeiras reergueu o Corinthians nos últimos três encontros. O primeiro, em outubro, na estreia de Tite, serviu para que o Corinthians voltasse a vencer depois de sete jogos. Em queda de produção, a equipe ia de mal a pior na disputa do Campeonato Brasileiro e corria um sério risco de deixar escapar até mesmo uma vaga na Libertadores. E uma vitória por 1 a 0, gol de Bruno César , iniciou uma breve recuperação no Brasileiro. O time venceu cinco e empatou três dos seus últimos oito jogos.

Entre para torcida virtual do seu time

Em fevereiro deste ano, uma vitória contra o Palmeiras manteve Tite no cargo. Quatro dias depois de sofrer a pior derrota da temporada, para o Tolima, na Colômbia, pela pré-Libertadores, o Corinthians encontrou seu rival pelo Campeonato Paulista. Pressionado, com a torcida revoltada e pedindo a cabeça do técnico, o Corinthians fez 1 a 0 no Palmeiras, com um gol de Alessandro . A partir dali, o time obteve uma sequência de 13 jogos sem perder e encaminhou sua classificação para segunda fase do torneio.

O outro encontro em que o Palmeiras reergueu o Corinthians aconteceu na semifinal do Paulistão. Sob desconfiança, o time de Tite conseguiu superar o rival mesmo jogando pior durante os 90 minutos. O empate por 1 a 1 levou o jogo para os pênaltis e o Corinthians levou por 5 a 4 .

"É bom esse passado, mas como diz a palavra, isso passou. O Palmeiras quer voltar crescer, quer voltar a ter estabilidade e cada jogo é diferente. Temos de entrar focados e tentar nos recupear de novo em cima do Palmeiras", disse o zagueiro Leandro Castán.

Para Tite, o clássico é um campeonato à parte e por isso uma vitória ou uma derrota podem significar algo além do resultado em si.  "O clássico é mais do que qualquer coisa fala si só fala. Gre-nal, Corinthians x Palmeiras, são campeonatos à parte e tenho essa dimensão. Espero que nossa busca por retomada nos dê um resultado melhor que o do último jogo (derrota para o Figueirense, no Pacaembu).

Bruno Winckler
Risadas em mosaico no Pacaembu motivaram o Corinthians após eliminação na Libertadores

Leia tudo sobre: corinthianspalmeirasbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG