Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians promove campanha para incentivar doação de sangue

Clube recebe placa da fundação "Pró-Sangue" e estimula potenciais doadores a ajudar quem precisa

iG São Paulo |

Bruno Winckler
Chicão e Alessandro recebem placa de Selma Soriano, da Fundação Pró Sangue
Corinthians promove no sábado a sétima edição da campanha "Sangue Corinthiano", que tem por objetivo reunir os torcedores do clube para doarem sangue e assim ajudar pessoas que precisam dessas doses de sangue em seus tratamentos de saúde.

A matriz da campanha será a Fundação Pró-Sangue do hospital das Clínicas de São Paulo, que também receberá torcedores no domingo. A ideia é aproveitar o jogo do time contra o Americana, no Pacaembu, que fica na região do hospital. Esta é a primeira ação da campanha em 2011.

Após dois anos de existência do projeto e com aproximadamente 60 mil pessoas beneficiadas pelas doações, a organização da "Sangue Corinthiano" pretende chegar nesta edição a 50 postos de coleta em todo o Brasil.

Para Milton Oliveira, idealizador da campanha, o projeto tem dado certo. "A gente cobra muito dos jogadores total dedicação em campo, que deem o sangue pelo Corinthians, como nós doaríamos se tivéssemos a oportunidade. A Sangue Corinthiano é essa oportunidade. Além de mostrar a todos o tamanho e força desta nação, salvar vidas dá a oportunidade a cada um de fazer algo realmente significativo", afirmou Milton.

O diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, diz que apesar do nome "Sangue Corintiano", a campanha é estendida a todos os torcedores. "Esta ideia de que uma torcida pode ser organizada para fazer o bem, para doar, para se entregar é algo corintiano. É nossa a luta pela igualdade, pela justiça e pela solidariedade, mas está aberta a todas as torcidas", disse Rosenberg.

Selma Soriano, representante da fundação Pró-Sangue do Hospital das Clínicas agradeceu os corintianos pela campanha e disse que a iniciativa tem ajudado muito o hospital a manter os estoques de sangue. "A gente tem muito a agradecer o Corinthians e a torcida corintiana pelo que tem feito", disse Selma, que entregou uma placa de agradecimento a Chicão e Alessandro, representantes do Corinthians na campanha. 

Requisitos básicos para doação de sangue

- Estar em boas condições de saúde;
- Ter entre 18 e 65 anos;
- Pesar no mínimo 50kg;
- Estar descansado e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);
- Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Passaporte).

Impedimentos temporários

- Gripe: aguardar 7 dias;
- Gravidez: 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana;
- Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses);
- Ingestão de bebida alcoólica nas 4 horas que antecedem a doação;
- Tatuagem nos últimos 12 meses;
- Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis, como não usar preservativo com parceiros ocasionais ou desconhecidos: aguardar 12 meses;
- Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 6 meses. Quem morou, aguardar 3 anos.

Impedimentos definitivos

- Hepatite após os 10 anos de idade;
- Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatite B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
- Uso de drogas ilícitas injetáveis;
- Malária.

Respeitar os intervalos para doação

- Homens 60 dias: até 4 doações por ano;
- Mulheres 90 dias: até 3 doações por ano.

Leia tudo sobre: corinthiansdoação de sangue

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG