Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians obtém última licença para erguer o Fielzão

Relatório de Impacto de Vizinhança foi aprovado. Prefeitura pede que clube cumpra "agenda ambiental"

AE |

selo

O último documento da Prefeitura de São Paulo que o Corinthians precisava para dar início às obras de seu futuro estádio, em Itaquera, na Zona Leste da capital paulista, foi emitido no sábado pelo Conselho de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Cades). 

Em despacho publicado no Diário Oficial do último sábado, o governo aprovou o Relatório de Impacto de Vizinhança (Rivi) apresentado pelo clube há duas semanas, logo após a Secretaria Municipal de Transportes ter emitido a licença da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para o empreendimento. 

No despacho, a Prefeitura de São Paulo também já definiu uma "agenda ambiental" que deve ser cumprida pelo clube no decorrer das obras, as regras de acessibilidade e a compensação para o meio ambiente.

O clube diz agora que pode iniciar as obras enquanto prepara os novos documentos pedidos pelo Cades para minimizar o impacto sonoro do futuro estádio. Os mesmos devem ser entregues em até 180 dias.

No último dia 29 de abril, sob pressão do Governo Federal por estar com as obras atrasadas para a Copa de 2014, a Prefeitura paulistana já havia emitido uma licença que autorizava o Corinthians a iniciar as obras do seu estádio. Porém, para conseguir a licença final, o clube ainda precisava cumprir as determinações da certidão emitida pela CET.

Leia tudo sobre: CorinthiansFielzãoCopa 2014Itaquera

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG