Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians impõe cláusula de comportamento e fecha com Adriano

Segundo Edu Gaspar e o presidente Andrés Sanchez, porém, falta assinar o contrato com o "Imperador"

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Getty Images
Adriano não joga desde janeiro. Ele rescindiu com a Roma no início deste mês

O Corinthians confirmou na tarde desta sexta-feira que chegou a um acordo para contratar o atacante Adriano. O clube propôs ao jogador um contrato até o final de 2012 com possibilidade de rescisão unilateral, sem pagamento de multas por parte do Corinthians no final deste ano, caso o atleta apresente mau comportamento. O jogador só poderá jogar pelo clube em maio, quando começa o Campeonato Brasileiro.

A informação foi confirmada há instantes pelo gerente de futebol do clube, o ex-volante Edu Gaspar. Porém, falta a assinatura do acordo. "Está tudo certo, mas não assinamos ainda", disse Edu.

O presidente Andrés Sanchez mostrou cautela em entrevista à rádio "Jovem Pan". "Não dá pra oficializar porque não assinamos nada. É o Adriano. E se ele decide não assinar?" Gilmar Rinaldi, agente do "Imperador", disse desconhecer o fim da negociação, mas não negou o possível acerto.

Adriano não atua desde o dia 19 de janeiro, quando sofreu uma lesão no ombro direito em partida entre a Roma e a Lazio, pela Copa da Itália. No dia 8 de março, ele rescindiu seu vínculo com seu antigo clube e voltou para o Brasil para tratar da lesão no Rio.

[]O atacante esperava que o Flamengo, seu clube do coração e pelo qual foi campeão brasileiro em 2009, fizesse uma proposta por ele, mas Vanderlei Luxemburgo fechou as portas da Gávea para o "Imperador".

Com o não do Flamengo, Adriano aceitou conversar com o Corinthians. Na terça-feira, dia 15 de março, ele esteve em São Paulo e se encontrou com dirigentes do clube e com Ronaldo, interessado em ter sua empresa, 9ine, como parceira do jogador. Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, está no Rio e contou com a presença de outros diretores na cidade para conversar com o atleta nesta sexta-feira.

Desde o final do ano, Ronaldo trabalhava com a hipótese de fazer de Adriano seu substituto no Corinthians. Esperava jogar ao seu lado, mas a aposentadoria forçada pela eliminação na Libertadores impossibilitou que seu desejo fosse realizado.

O técnico Tite é favorável à chegada do jogador, desde que ele esteja realmente comprometido com o Corinthians.

AE
Adriano concede entrevista durante passagem pelo Brasil

Leia tudo sobre: corinthiansadrianomercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG