Crianças que entraram em campo ao lado dos jogadores ergueram o braço direito e fecharam o punho em homenagem ao ídolo

Torcedores mirins do Corinthians homenagearam Sócrates erguendo os punhos fechados
Marcel Rizzo
Torcedores mirins do Corinthians homenagearam Sócrates erguendo os punhos fechados
Os jogadores do Corinthians fizeram uma emocionante homenagem a Sócrates antes do confronto decisivo com o Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro . Durante o minuto de silêncio no estádio do Pacaembu, os atletas permaneceram imóveis no círculo central, com os punhos fechados para o alto, em referência ao gesto imortallizado pelo "Doutor". Os palmeirenses mantiveram as mãos para trás em respeito. Após o minuto de silêncio, a torcida gritou "Sócrates ê, ô, Sócrates ê, ô".

Irmão Raí vai ao velório de Sócrates em Ribeirão Preto. Veja as imagens

Pouco antes, a diretoria do clube já havia usado uma faixa e as crianças que entram em campo com os jogadores para homenagear o ídolo do clube que morreu na madrugada deste domingo vítima de uma infecção generalizada . A faixa trazia uma frase famosa do ex-jogador: “O Corinthians não é só um time e uma torcida. É um estado de espírito”. Dr. Sócrates eternamente em nossos, finalizava a homenagem.

As crianças fizeram um círculo ao redor do gramado do Pacaembu, onde o time enfrentaria o Palmeiras, na rodada decisiva do Brasileiro que pode dar o quinto Campeonato Brasileiro ao clube, e toda estenderam o braço direito e fecharam o punho, imitando tradicional gesto do “Doutor” quando comemorava gols.

A torcida também fez uma faixa em homenagem ao ex-camisa 8, pedindo que ele descanse em paz. No minuto de silêncio que será pedido pelo árbitro Wilson Luiz Seneme, a torcida promete também erguer o braço com o punho fechado.

Jogadores do Corinthians, com os braços erguidos e os punhos fechados, homenageiam Sócrates durante o minuto de silêncio no Pacaembu
AE
Jogadores do Corinthians, com os braços erguidos e os punhos fechados, homenageiam Sócrates durante o minuto de silêncio no Pacaembu

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.