Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians goleia, assume 2º lugar e comemora derrota do Cruzeiro

Com dois gols de Ronaldo, time paulista faz 4 a 0 no Avaí ultrapassa o Cruzeiro no saldo e diminui para um ponto a diferença para o líder Fluminense

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861824612&_c_=MiGComponente_C

O Corinthians fez o que se esperava dele na rodada do meio de semana. Contra o ameaçado Avaí no Pacaembu, o time paulista fez valer seu favoritismo, venceu por 4 a 0, e se manteve colado no líder Fluminense, rival direto na luta corintiana pelo título brasileiro.

O time paulista é agora o segundo colocado, com 57 pontos contra 58 dos cariocas. O Cruzeiro, que perdeu para o São Paulo, continua com 57, e agora é o terceiro colocado. Detalhe: os dois gols são-paulinos foram muito comemorados pelos corintianos no Pacaembu. Domingo, Corinthians e São Paulo se enfrentam no Morumbi. "São cinco finais. Vai ser muito difícil, agora é descansar", disse Ronaldo.

Com a vitória, o Corinthians manteve os três pontos de diferença para o quarto colocado Botafogo, principal rival na luta por uma vaga na Libertadores. A situação do Avaí continua dramática. Com 33 pontos, o time catarinense está três atrás do primeiro time fora da zona do rebaixamento, o Guarani.

Assista aos gols da goleada corintiana

O jogo
Bruno César e Elias tinham muito a comemorar na noite de quarta-feira no Pacaembu. O primeiro queria celebrar seu aniversário de 22 anos com grande atuação. O segundo comemorava sua partida de número 150 pelo clube. E os dois foram os protagonistas na vitória corintiana. aniversariante da noite no Pacaembu. Foram eles que deram ao Corinthians o presente que o torcedor corintiano esperava ter na noite de quarta-feira. Ronaldo coroou a noite com mais dois gols no Pacaembu, seu palco favorito.

O Corinthians encontrava muita dificuldade para criar jogadas no início do jogo. Com cinco jogadores no meio campo, quase sempre atuando atrás da linha da bola durante o ataque corintiano, o Avaí tirava a possibilidade de os corintianos entrarem na área rival na base do toque de bola. Foi assim até os 19 minutos.

Depois de penar muito contra um time que marcava forte e saía rápido para os contra-ataque, o Corinthians conseguiu se tranquilizar quando Bruno César acertou um lindo chute de fora da área. Apelidado de "chuta-chuta" por seus colegas de clube, o jogador aproveitou uma brecha e de muito longe mandou no ângulo de Zé Carlos. Um golaço.

Na saída de bola o autor do gol corintiano trocou as chuteiras que alteram o placar no Pacaembu. Bruno César escorregou sozinho e mudou o par rosa por um preto mais tradicional.

Aos 35 minutos do primeiro tempo o Avaí facilitou um pouco a tarefa corintiana. Robinho, atacante que já passou pelo Santos, foi expulso depois colocar a mão na bola em jogada isolada no meio campo. O jogador já havia recebido um cartão amarelo por reclamação e depois de outra atitude infantil, deixou sua equipe com um a menos.

Não havia mais volta e a vitória corintiana estava consumada. No segundo tempo, com a mesma postura que Tite fez questão de implantar na sua volta ao clube, o Corinthians com um a mais em campo, controlou muito bem as jogadas do Avaí e ampliou sua vantagem com facilidade.

Elias, aos 21 minutos, marcou seu gol no jogo que era de festa para ele. Alessandro fez ótima jogada pela ponta-direita, cruzou rasteiro para o volante chutar forte no canto.

O Avaí perdeu a cabeça e não conseguia mais equilibrar o jogo com um homem a menos. A situação ficou pior com a entrada de Dentinho, muito aplaudido aos 17 minutos, que entrou na vaga de Iarley, que deixou o campo contestado pela torcida.

Veloz com Dentinho ao lado de Ronaldo, o Corinthians teve sua vida mais uma vez facilitada por um erro individual do Avaí. Emerson fez falta em Ronaldo na entrada da área e foi expulso aos 29 minutos. Com nove em campo, só restou ao Avaí assistir a dois gols do Fenêmeno.

Aos 38, em ótima jogada de Roberto Carlos, Ronaldo recebeu passe pela esquerda e tocou no canto direito de Zé Carlos. Aos 44, Dentinho fez jogada dentro da área, foi derrubado por Rudinei e o árbitro apontou a penalidade. Dentinho queria bater a falta, mas Ronaldo não deixou. O atacante bateu firme e ampliou o placar.

Contra o São Paulo, domingo, o Corinthians não tem desfalques. Ralf, que cumpriu suspensão, volta ao time. O Avaí enfrenta o Botafogo, em Florianópolis, com quatro desfalques: Robinho, Emerson, Vandinho e Rudinei, suspensos.

Milton Trajano

FICHA TÉCNICA ¿ CORINTHIANS 4 x 0 AVAÍ

Local: Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)
Data: 3 de novembro de 2010, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araújo e Carlos Jorge Titara da Rocha (ambos de AL)
Cartões Amarelos: ; Emerson, Robinho, Patrik, Rudinei (AVA)
Cartão Vermelho: Robinho (AVA)
Renda: R$ 764.259,50
Público: 23.275 pagantes

GOLS: Bruno César, aos 19 minutos do 1º tempo. Elias, aos 21, Ronaldo aos 38 e aos 44 minutos do 2º tempo

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Paulinho, Jucilei, Elias (Edu) e Bruno César (Danilo); Iarley (Dentinho) e Ronaldo Técnico: Tite

AVAÍ: Zé Carlos; Émerson Nunes, Émerson e Bruno; Patrik (Daniel Thiago), Rudnei, Diogo Orlando, Caio (Jefferson) e Pará; Vandinho (Dinélson) e Robinho. Técnico: Vagner Benazzi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG