Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians esclarece venda de Jucilei e garante ter lucrado

Andrés Sanchez diz que negociação do volante para o futebol russo vai render cerca de R$ 7 milhões ao clube

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O Corinthians confirmou na quarta-feira a venda de Jucilei para o Anzhi Makhachkala, da Rússia. No dia seguinte, o presidente Andrés Sanchez esclareceu qual parte do valor da negociação de 10 milhões de euros, cerca de R$ 23 milhões, caberá ao Corinthians. "Temos entre 25 e 30% desse valor", disse Sanchez.

Segundo o presidente, em 2009 o Corinthians pagou R$ 2 milhões ao Corinthians Paranaense para ter 50% dos direitos econômicos do jogador. Embolsaria portanto, numa eventual venda, metade do valor total da negociação. Porém, antes da negociação para o Anzhi, o Corinthians vendeu 35% da sua parte pelo mesmo valor pago ao xará do Paraná a um grupo de empresários de Goiás.

"Vendi porque tinha de pagar as contas. Não esperava que ia aparecer uma proposta, mas apareceu. Mas ficou acertado que o J. Malucelli (dono do Corinthians-PR) vai me repassar entre 15% e 20% da parte dele, então vamos ficar com até 30% do valor total desses 10 milhões de euros", disse Andrés.

Desta forma, o time russo, que havia levado Roberto Carlos de graça, pagará cerca de R$ 7 milhões ao Corinthians pela negociação. A outra parte será dividida entre o Corinthians do Paraná e o grupo de empresários que adquiriu parte dos direitos com o clube paulista.

"Vão falar que eu perdi dinheiro. Mas tivemos lucro. Paguei R$ 2 milhões e agora ele sai dando um lucro aí de uns quatro, cinco milhões. Acho que vou voltar a publicar as fatias da pizza no site para pararem de perguntar disso", disse.

Em 2008, quando assumiu a presidência sob o slogan "Renovação e Transparência", Sanchez colocu no site do clube a lista completa dos jogadores do elenco esmiuçando qual a parte do clube em cada atleta e quem seriam os parceiros do clube em cada caso. A iniciativa não resistiu muito tempo e saiu do ar logo no ano seguinte.

"Fiz isso para que os outros clubes fizessem. Ninguém fez. Mas é assim mesmo. Com o Corinthians é diferente. Outros clubes fazem parceria, não tem nem 10% dos seus jogadores e ninguém fala nada", disse Andrés.

Leia tudo sobre: corinthiansandrés sanchezjucileimercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG