Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians enfrenta "síndrome de Robin Hood" contra o América-MG

Derrota para Avaí acendeu alerta para traumas que tiraram título do Corinthians em 2010

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O confronto entre o líder do Campeonato Brasileiro e o seu lanterna teria tudo para ser um duelo de favas contadas. Mas Corinthians , com 28 pontos e na ponta do torneio há sete rodadas e América-MG , dono de apenas oito dos 39 que disputou, entram igualmente pressionados para o duelo desta quarta-feira, às 19h30, no Pacaembu.

Bruno Winckler
Chicão reforça a equipe no Pacaembu

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

O Corinthians perdeu seus dois últimos compromissos (Cruzeiro e Avaí) e luta contra a aproximação de uma crise que a equipe só viu no Brasileirão em 2010, quando perdeu pontos para equipes de baixo da tabela e deixou escapar o título do torneio. Foram pontos desperdiçados para Atlético-GO, Vitória e Goiás (estes dois que acabaram rebaixados) que deram ao time paulista o apelido de “Robin Hood”, personagem do folclore inglês que roubava dos ricos para dar aos pobres.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a assumir a liderança do ranking

“Não sei quantos (da zona de rebaixamento) nos tiraram pontos. Ano passado teve o Atlético-GO, mas fomos lá (neste ano) e conseguimos um grande placar (1 a 0). A saída é absorver isso e jogar com a média que teve com o ajuste defensivo dos últimos jogos antes desse com o Avaí”, disse o técnico Tite. “O engraçado é que contra o Atlético-GO nós criamos menos do que criamos contra o Avaí, mas vencemos. Futebol é assim”, completou.

Em 2010, o Corinthians, como Robin Hood, roubou seis pontos do campeão Fluminense, do São Paulo e do Santos, mas cedeu pontos preciosos para primos "pobres" como Atlético-GO, Guarani, Vitória, Goiás e Ceará. Neste ano, a primeira "caridade" corintiana foi para o Avaí, assíduo da zona de rebaixamento e o objetivo é afastar a pecha de "pai dos pobres" vencendo sem sustos o América-MG.

Tite reconhece o favoritismo corintiano pela fase difícil do adversário, sem vencer há 12 jogos, mas mostra respeito ao rival. “Não existe milagre (o América vencer o Corinthians no Pacaembu), existe trabalho. Não sei dimensionar em relação ao América. Temos de voltar a vencer e vencer bem, mas respeitando o América”, disse.

O América-MG só venceu um jogo no seu retorno à Série A. Foi na sua estreia, contra o Bahia, em casa, em maio. Foram ainda cinco empates e sete derrotas. Em 13 rodadas, o time mineiro perdeu primeiro o técnico Mauro Fernandes e depois Antônio Lopes, que pediu demissão no domingo após a derrota para o Coritiba por 3 a 1. O ex-goleiro do clube, Milagres, será o interino no Pacaembu. Givanildo de Oliveira assume a equipe na próxima rodada, contra o Fluminense, mas assiste à partida desta quarta em São Paulo.

Para esta partida, o Corinthians terá a volta de Chicão, ausente contra o Avaí. Paulo André fica como opção no banco. Esta é a única mudança do time que perdeu em Florianópolis. Esta é a única mudança do time que perdeu em Florianópolis para o Avaí. Com 28 pontos em 12 jogos, o Corinthians pode perder a liderança se não vencer nesta rodada. O Flamengo, com 27 pontos em 13 jogos, pode ser líder se passar pelo Cruzeiro em Sete Lagoas e o Corinthians tropeçar.

FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS X AMÉRICA-MG
Local:
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 3 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Antonio Carvalho Schneider (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa (RJ) e Luiz Muniz de Oliveira (RJ)

CORINTHIANS: Renan, Welder, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf e Paulinho; Willian, Danilo e Jorge Henrique; Emerson. Técnico: Tite

AMÉRICA-MG: Neneca, Marcos Rocha, Micão, Willian Rocha e Gilson; Dudu, Leandro Ferreira, Glauber e Rodriguinho; Léo e Kempes. Técnico: Marco Antônio Milagres

Leia tudo sobre: corinthiansamérica-mgbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG