Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians encara o Oeste e os traumas do Tolima

Eliminação na Colômbia, no último mata-mata que o clube disputou, persegue jogadores neste sábado

Gazeta |

O Corinthians teve quase três meses para se recuperar do vexame de ser eliminado pelo Tolima, na Copa Libertadores. Desde o início de fevereiro, o time disputa apenas o Campeonato Paulista, que agora também chega a uma fase eliminatória. Para tentar evitar outra queda precoce em mata-mata, desta vez na competição estadual, o elenco adotou discurso de respeito ao Oeste, adversário deste sábado, às 18h30, pelas quartas de final.

Siga o iG Corinthians no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"É uma situação diferente daquela com o Tolima, e é um jogo só. Tem que ter atenção porque o time do Oeste é muito organizado. Não adianta ficar remoendo o que aconteceu com na Colômbia. Temos é que ter cuidado para não vacilar do jeito que a gente vacilou", disse o goleiro Júlio César.

Nesta sexta-feira, o técnico Tite ficou irritado com a comparação. Disse que não precisava ser lembrado da eliminação no torneio continental, pois sabe qual é sua realidade. A realidade é que se não passar pelo Oeste, o Corinthians não terá compromissos oficiais até 22 de maio, quando estreia no Campeonato Brasileiro diante do Grêmio. E certamente será cobrado pela torcida.

"Não seria pior do que foi após o jogo com o Tolima, que foi muito complicado pelos acontecimentos (protestos violentos). Mas não seria agradável", reconheceu o meio-campista Bruno César, confirmado pelo treinador no time titular - com Jorge Henrique e Dentinho abertos.

Futura Press
Dentinho vai jogar ao lado de Bruno César e Jorge Henrique no setor ofensivo

Esperando um adversário que jogará fechado e apostando nos contragolpes, Tite deu ênfase aos trabalhos com os laterais e aos lances de bola parada. Além disso, o elenco todo fez diversos treinos de cobrança de pênalti, que serão úteis caso haja empate no tempo regulamentar.

O técnico do Oeste, entretanto, nega que armará uma retranca no Pacaembu. "O pensamento é de fazer uma partida consciente do que podemos alcançar, mas nada de jogar para empatar. Vamos jogar o que sabemos", afirmou Luis Carlos Martins.

Sexto colocado na fase de classificação, o time de Itápolis não tem nenhuma baixa para o confronto. A única dúvida era Anselmo Ramon, que estava entregue ao departamento médico. O atacante tem feito tratamento e deve ser titular.

"Estou com muita vontade de participar. É um jogo do qual ninguém quer ficar fora. Mas só vou (a campo) se estiver 100%, para não prejudicar a equipe. Mas tenho fé que estarei em condições", destacou o jogador, que tem sete gols, dois a menos do que Fábio Santos, artilheiro do Oeste e terceiro maior goleador do campeonato, atrás do corintiano Liedson e do santista Elano.

FICHA TÉCNICA - CORINTHIANS X OESTE

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 22 de abril de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho
Assistentes adicionais: Robério Pereira Pires e Raphael Claus

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Bruno César e Jorge Henrique; Dentinho e Liedson
Técnico: Tite

OESTE: Fábio; Adriano, Cris e Paulo Miranda; Dedê, Dionísio, Márcio Passos, Roger e Fernandinho; Fábio Santos e Anselmo Ramon
Técnico: Luis Carlos Martins

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG