Em jogo equilibrado, time paulista ficou no 1 a 1 e, com um jogo a menos, fica em segundo na tabela

Com dois gols de pênalti, Atlético-PR e Corinthians empataram por 1 a 1 neste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com o resultado, o time paulista perde a liderança pela primeira vez após oito rodadas consecutivas na ponta. Com 32 pontos, o Corinthians está um atrás do Flamengo , novo líder. Porém, com um jogo a menos (15 a 14). Quarta-feira, contra o Santos , na Vila Belmiro, a equipe de Tite pode retomar a liderança em caso de vitória ou até de um empate,j á que tem mais vitórias que o time carioca. Já o Atlético-PR, com 12 pontos, se mantém na penúltima colocação da tabela,

Veja a classificação do Campeonato Brasileiro. Corinthians mantém melhor aproveitamento

O Corinthians já se reapresenta nesta segunda-feira no CT do Parque Ecológico de olho no clássico. Ralf e Jorge Henrique são desfalques certos. O Atlético-PR muda a atenção na busca para fugir da zona de rebaixamento e inicia sua caminhada na Copa Sul-Americana, na quarta, contra o Flamengo, no Engenhão. Pelo Brasileiro, o time paranaense pega o São Paulo, sábado, no Morumbi. Kléberson e Cléber Santana, suspensos, não jogam.

O jogo
Como havia treinado na véspera da partida de Curitiba, Tite colocou Alex entre os titulares no lugar de Emerson. Com torcicolo, o atacante ficou no banco de reservas. Além da mudança no gol, com a saída de Renan para a entrada de Danilo Fernandes, esta não foi a única diferença em relação ao time que bateu o América-MG na rodada anterior.

Diferente também foi a postura corintiana. O time afoito, nervoso, e que errou muitos passes contra os mineiros, deu lugar a um Corinthians paciente e cauteloso. Controlando o ímpeto do Atlético-PR, que vinha de duas vitórias e tentava sair da zona de rebaixamento, o time paulista colocou a bola no pé no ataque e teve as melhores chances de abrir o placar no primeiro tempo.

Danilo, atuando pelo lado direito do meio-campo, arriscou chutes de fora e obrigou Renan Rocha a fazer duas defesas difíceis. Mas a melhor chance do primeiro tempo saiu com Willian, aos 20 minutos, recebeu bom passe de Jorge Henrique na entrada da pequena área do Atlético-PR, mas, sozinho, com tempo para finalizar, mandou a bola por cima do gol.

Prendendo a bola no ataque, o Corinthians tinha controle do jogo, mas as chances desperdiçadas deram novo ânimo ao time da casa. Os contra-ataques oferecidos ao Atlético-PR originaram bons lances para a equipe paranaense.

O Corinthians, que tocava bem a bola, perdeu a precisão dos toques e num deles, aos 34 minutos, Danilo recuou para Welder na defesa. O lateral tentou driblar Madson, mas perdeu a bola para o atacante que invadiu a área e caiu. O árbitro marcou pênalti que foi convertido por Cléber Santana com chute forte no meio do gol. Danilo Fernandes escolheu o canto direito e não fez a defesa. O goleiro estreante, contudo, fez bom jogo, e mostrou-se seguro ao longo dos 90 minutos.

No intervalo, Welder tentou defender-se. “Não encostei nele (Madson), nem na bola. Não encostei em nada”, disse o lateral. Tite, contudo, preferiu sacar o titular da lateral nos últimos 12 jogos. Além de Welder, Jorge Henrique, que fazia bom jogo, mas recebeu o terceiro cartão amarelo, deu lugar a Emerson.

null

Na volta para o segundo tempo, o Corinthians teve a mesma postura do início do jogo e com calma, logo empatou. No primeiro minuto Alex achou Paulinho no meio da área. Antes de chutar, o volante foi derrubado por Cléber Santana. Na batida, Alex converteu a penalidade e marcou seu primeiro gol pelo Corinthians.

O Atlético-PR, que também mudou no intervalo saindo o atacante Morro García para a entrada do meia Branquinho, não demonstrou abalo pelo gol sofrido. Com o meio campo reforçado, o time passou a tocar a bola e foi logo para cima do Corinthians. Danilo, bem debaixo das traves, fez boas defesas.

O Corinthians tentou atuar nos contra-ataques e aos 20 minutos por pouco não virou o jogo. Danilo, da entrada da área, acertou a trave direita do Atlético-PR. O jogo ficou aberto e na sequência, após escanteio, Fabrício por pouco não marcou para os donos da casa. A defesa corintiana, mal nas bolas paradas, deixou o zagueiro subir livre para cabecear com perigo ao lado esquerdo de Danilo Fernandes.

Dali para frente, as duas equipes, receosas em deixar escapar o resultado, pouco criaram. O resultado acabou sendo justo pelo que Atlético-PR e Corinthians apresentaram em 90 minutos.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-PR 1 x 1 CORINTHIANS
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 7 de agosto de 2011, domingo
Hora: 16h, de Brasília
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento
Auxiliares: Altemir Haussmann e Carlos J. Titara da Rocha
Cartões amarelos: Welder, Jorge Henrique, Paulinho, Chicão, Ralf (COR); Madson, Cléber Santana, Kleberson(CAP)
Renda: R$ 589.050,00
Público: 23.660 pessoas
Gols: Cléber Santana, aos 35 minutos do 1º tempo. Alex, aos 2 minutos do 2º tempo

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha, Edilson, Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid (Wendel), Cleber Santana, Kleberson e Marcinho (Rodriguinho); Madson e Morro Garcia (Branquinho). Técnico: Renato Gaúcho.

CORINTHIANS: Danilo Fernandes; Welder (Edenílson), Chicão, Leandro Castán e Fabio Santos. Ralf e Paulinho; Danilo, Alex e Jorge Henrique (Emerson); Willian (Elias Oliveira). Técnico: Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.