mala branca para ser campeão - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians desconversa sobre uso de mala branca para ser campeão

Tite não quer falar sobre possibilidade de o clube incentivar financeiramente adversários do Fluminense para ficar com o título do Campeonato Brasileiro

Gazeta Esportiva |

Tite estagnou quando ouviu a expressão "mala branca" nesta terça-feira. Respirou fundo, coçou os olhos e ameaçou até lacrimejar. O técnico não quer falar sobre a possibilidade de o Corinthians incentivar financeiramente os adversários do Fluminense para ficar com o título do Campeonato Brasileiro. O time carioca ainda enfrentará Palmeiras e Guarani.

"Gostaria de ficar envolvido só com a bola, dentro do campo. Não sei responder isso. É complicado", afirmou Tite, engasgando. "Quero... Consegui agora entender o assunto. Quero acreditar na equipe do Vettel e nos comandantes dele", completou. A referência era à Fórmula 1, em que a Red Bull abdicou do jogo de equipe para promover a disputa entre o campeão Sebastian Vettel e o companheiro Mark Webber.

Para Tite, até o rival Palmeiras pode contribuir com o Corinthians. O treinador lembrou que o Internacional derrotou o Botafogo na rodada passada e ajudou o arquiinimigo Grêmio a ficar mais próximo de uma vaga na Copa Libertadores da América. "Quero acreditar em Internacional, em Vitório Píffero, em Fernando Carvalho e em Giovanni Luigi", disse, citando os dirigentes colorados com quem já trabalhou.

A diretoria do Corinthians adota a mesma postura de Tite e também desconversa sobre o uso da 'mala branca' na reta final. O time paulista tem 64 pontos, um de desvantagem para o Fluminense, e só será campeão se o líder perder pontos para Palmeiras ou Guarani. "O Corinthians vai se preocupar com ele mesmo. Temos que ganhar as nossas duas partidas e torcer para que o Fluminense não faça o mesmo. Só isso. Se não der, paciência", comentou o diretor de futebol Mário Gobbi.

A missão corintiana é mais complicada porque o Guarani poderá estar matematicamente rebaixado na última rodada e o Palmeiras prioriza a disputa da Copa Sul-americana. "Não tenho absolutamente nada a falar sobre esses outros clubes. Tenho que me preocupar com o Corinthians. Cada um age como pensa", esquivou-se Gobbi. "Luiz Felipe Scolari é campeão do mundo. E campeão do mundo se respeita. Dignidade não tem preço", emendou Tite.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG