Tamanho do texto

Clube paulista não chega a valores pedidos, mas vontade do meia pode mudar fim da novela

Corinthians não vai contratar Montillo
Vipcomm
Corinthians não vai contratar Montillo
O Corinthians não desistiu de contratar o meia Montillo mesmo depois de divulgar que não negocia mais com o Cruzeiro pelo jogador. Uma nota oficial do argentino em que ele diz que está interessado em deixar Belo Horizonte para defender o clube paulista pode recolocar o Corinthians na mesa de negociações com dirigentes mineiros, mesmo à contragosto da diretoria do Cruzeiro.

Leia ainda: Montillo manifesta interesse em deixar o Cruzeiro em nota

O Corinthians ofereceu R$ 18 milhões pelo jogador numa primeira oferta e depois aumentou a proposta para R$ 23 milhões. Desde o início das conversas, o Cruzeiro estipulou que Montillo não sairia por menos de 15 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões). Na última conversa, os dirigentes mineiros aumentaram o preço do jogador para 17 milhões de euros (R$ 39 milhões).

A vontade de Montillo em atuar pelo Corinthians, animou o diretor de futebol do clube paulista, apesar da nota oficial divulgada pelo site corintiano nesta quinta-feira em que encerra as negociações pelo jogador. "Se o Montillo se entender com o Cruzeiro, o Corinthians mantém a proposta que fizemos. A gente aguarda que a partir dessa nota (do jogador) deve haver uma conversa do Cruzeiro com o Montillo. Ai, podemos voltar a conversar. No momento está descartado”, afirmou Duílio Monteiro Alves à "Rádio Globo".

Leia ainda: São Paulo ainda quer Montillo e duvida de acerto com Corinthians

Os dirigentes do Corinthians sempre se posicionaram de forma otimista em um acordo com o Montillo e já fecharam valores de salário, tempo de contrato e luvas com seu empresário, Sérgio Irigoitia. Na quarta-feira, o gerente de futebol Edu Gaspar, declarou que a confiança corintiana estava depositada na vontade do jogador em disputar uma Libertadores. Ele ainda cutucou o Cruzeiro. "Ouvimos do Montillo e do seu agente que ele tem a vontade de disputar a Libertadores. O Cruzeiro vem de um ano difícil, não vai jogar a Libertadores, a Sul-Americana", disse, lembrando do fato de o time mineiro ter brigado para não cair até a última rodada.

E mais: Cruzeiro se reúne com Corinthians e recusa proposta por Montillo

Nesta quinta, Irigoitia disse que Montillo não quer desistir da proposta corintiana por considerá-la muito boa para ele e sua família. E disse que será bom para o Cruzeiro aceitar a oferta feita pelo Corinthians, apesar de ela não ser a pedida pelo presidente mineiro. "Montillo é profissional e tem que entender o Cruzeiro, mas o Cruzeiro perde muito se não vender o Walter. Ele não vai deixar de jogar. Mas ele está pedindo que se reveja a situação ou o deixem sair. Saindo, será bom para o Cruzeiro e para ele. Nós estamos pedindo que nos liberem. A situação financeira é distinta e a torcida (do Cruzeiro) entende. Sigo pensando que podemos negociar e chegar a um final feliz para todos. Com o dinheiro da negociação, o Cruzeiro pode montar um grande time", disse Irigoitia à rádio "Estadão/ESPN".

Mercado da bola: veja as principais transferências do futebol brasileiro

O Cruzeiro tem contrato com Montillo até 2015 e pagou US$ 3 milhões (R$5,5 milhões) pelo jogador em 2010. Em Belo Horizonte, Montillo logo virou ídolo e conduziu sua equipe na campanha do vice-campeonato brasileiro do ano passado. Para não desagradar a torcida, o presidente recém eleito, Gilvan de Pinho Tavares, sempre declarou que nunca foi sua intenção vencer o atleta e disse que Montillo não sairia por preço nenhum apesar de seu antecessor, Zezé Perrela, ter sugerido que seria um bom negócio para o clube vender Montillo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.