Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians chega a acordo com o MP pelo terreno do Fielzão

Segundo colinista do iG, clube pagará R$ 9 milhões em contrapartidas sociais para obter concessão do terreno

iG São Paulo* |

O Corinthians conseguiu dar um passo fundamental para o início da construção de seu estádio em Itaquera, que está previsto para ser utilizado na Copa do Mundo de 2014 . Segundo o colunista do iG Guilherme Barros, o clube paulista chegou a um acordo com o Ministério Público e pagará R$ 9 milhões em contrapartidas sociais à cidade de São Paulo para obter a concessão do terreno.

Para que o acordo seja oficializado, a Prefeitura de São Paulo informou que definiu a minuta do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) referente ao processo que o Ministério Público move contra o Corinthians. Apesar de não especificar quais serão as contrapartidas, o prefeito Gilberto Kassab se mostrou otimista.

"Recebi informações muito boas por parte do secretário (da Prefeitura para assuntos da Copa, Gilmar Tadeu Ribeiro). As contrapartidas serão importantes para a cidade", afirmou Kassab ao jornal "O Estado de S. Paulo".

A ação a que o Corinthians está sendo alvo pelo Ministério Público ocorre porque o clube não cumpriu o acordo inicial para a construção do estádio no terreno de Itaquera, cedido em 1988. Segundo o MP, o Corinthians deveria ter construído sua arena em, no máximo, cinco anos.

Com o acordo, o Corinthians poderá colocar em ação o seu plano para apressar a construção do Fielzão, especialmente para não pegar a temporada de chuvas em São Paulo, que começa em dezembro .

*Com agências

Leia tudo sobre: CorinthiansFielzãoCopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG