Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians assina termo e pagará R$ 10 mi para remover dutos

Clube e Transpetro entregam termo de ajuste assinado para remoção de dutos em Itaquera

iG São Paulo |

O Corinthians assinou com a Transpetro um termo de ajuste em que assume todos os custos e responsabilidades pela remoção e realocação dos dutos que passam pelo terreno onde está sendo construído seu estádio em Itaquera, local que abrigará a abertura da Copa do Mundo de 2014 . O acordo foi protocolado no Ministério Público Federal (MPF) na última segunda-feira. Os custos da remoção podem chegar a R$ 10 milhões de acordo com Luís Paulo Rosenberg, diretor de marketing do clube. O valor, segundo o Corinthians, está dentro do orçamento previsto da obra, de R$ 820 milhões.

Guilherme Tosetto
Estádio já tem as linhas demarcadas onde será o campo de jogo
Leia também: Copa faz pazes com São Paulo e dá abertura e semi para a cidade

No documento entregue ao MPF, além da remoção dos dutos usados para transporte de óleo combustível, o clube também arcará com a transferência dos cabos de fibra ótica de propriedade da Petrobrás, assim como todos ônus, obrigações e responsabilidades, como obter dos órgãos públicos, ambientais e proprietários as autorizações necessárias para o processo de transferência.

E mais: Rejeitado no Corinthians, nome "Fielzão" é registrado por empresário

Para o procurador da República José Roberto Pimenta de Oliveira, autor da recomendação, a assinatura do Termo de Ajuste traz segurança para quem trabalha na obra e para o próprio empreendimento.

Siga a página do iG Corinthians no Twitter e receba notícias do clube em tempo real

“Com o termo de ajuste assinado ficam pré-definidas as responsabilidades, conforme a recomendação do Ministério Público Federal. Com a assunção das obrigações pelo Sport Club Corinthians Paulista, além de preservado o patrimônio da Transpetro - uma Sociedade de Economia Mista subsidiária integral da Petrobras, está prevista a responsabilização contra eventuais danos ocasionados em razão da operação de remoção e realocação dos dutos - e quem ganha com isso é a sociedade” ressaltou Pimenta.

O Corinthians contratou a "SACS – Construtora e Montagens Ltda" para realizar a remoção. "A empresa deverá seguir todas as condicionantes estabelecidas nas licenças e autorizações emitidas pelos órgãos públicos e ambientais, inclusive as diretrizes fixadas pela própria Transpetro, que acompanhará a obra", diz nota do MPF.

"Além da obrigação de cunho patrimonial, o documento deixa a cargo exclusivo do Corinthians a responsabilidade por quaisquer danos ou prejuízos causados durante as obras a terceiros e à Transpetro. As responsabilidades civil, administrativa e penal por malefícios à saúde, à segurança pública e ao meio ambiente serão atribuídas unicamente ao clube", informa o MPF.

Entre para a torcida virtual do Corinthians e dê sua opinião sobre o estádio em Itaquera 

Leia tudo sobre: corinthianscopa 2014dutositaquerabrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG