Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Corinthians adota solução caseira para a reserva de Roberto Carlos

Boa temporada do lateral-esquerdo faz clube diminuir esforços para contar com mais um jogador da posição. Marcelo Oliveira e Éverton Ribeiro retornam de empréstimos

Bruno Winckler, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882621367&_c_=MiGComponente_C

As boas atuações e o fôlego demonstrado por Roberto Carlos na sua primeira temporada pelo Corinthians fizeram com o clube freasse a procura por um lateral-esquerdo para a reserva do veterano de 37 anos, titular em 35 das 38 partidas do Corinthians no último Brasileirão.

Ainda com Mano Menezes no comando da equipe, ao fim da Libertadores deste ano, a direção de futebol via como prioridade a contratação de um reserva para o lateral, já que não sabiam como o jogador reagiria à maratona de jogos que viria pela frente. O elenco só tinha o jovem Dodô, de 19 anos, como opção. Mas passado o campeonato brasileiro e com Roberto Carlos esbanjando vitalidade, Tite achou melhor que a diretoria se esforçasse para contar com jogadores de outras posições mais carentes.

O treinador corintiano avalia como boas as opções que ganhou para a lateral-esquerda, com os retornos de empréstimos de Marcelo Oliveira, do Prudente, e Éverton Ribeiro ¿ que apesar de ter jogado como meia no São Caetano, formou-se como lateral-esquerdo no Corinthians. Marcelo Oliveira ficará porque impressionou Tite na final da Copa do Brasil de 2009. O treinador comandava o Internacional e na primeira partida da decisão contra o Corinthians, no Pacaembu, quando o jogador substituiu o titular André Santos e fez ótima partida. Foi dele o passe para o primeiro gol da vitória por 2 a 0 marcado por Jorge Henrique.

Tanto Everton como Marcelo estarão no grupo que inicia a preparação para a temporada de 2011 no dia 3 de janeiro. A diretoria de futebol conta com os dois "reforços" porque sabe que seria difícil contratar um grande jogador da posição que chegaria ao clube sabendo que será reserva de Roberto Carlos. Por isso aposta no que já é da casa.

O clube consultou o empresário Gilmar Rinaldi a respeito do lateral-esquerdo do Grêmio, Fábio Santos, cujo contrato se encerra no próximo dia 31, mas essa consulta aconteceu antes de Tite decidir observar melhor os dois jogadores que retornam de empréstimo.

Como o Grêmio tem prioridade na renovação do contrato de Fábio Santos e já manifestou o interesse em ter o jogador por pelo menos mais uma temporada, o Corinthians deixou a negociação em segundo plano. Outros laterais esquerdos, como Egídio, do Vitória, e Ávine, do Bahia, também foram observados, mas com ambos as negociações não fluíram.

Um zagueiro, dois meio-campistas e dois atacantes. São cinco jogadores para estas posições que o presidente Andrés Sanchez diz buscar para o ano que vem. Um zagueiro já está contratado, Wallace, do Vitória, que ainda passará por exames médicos nesta semana em São Paulo. O clube concentra-se também para trazer o volante Cristian, do Fenerbahce, com quem a negociação já está sendo feita. Para o atacante, Marcinho, do Qatar SC, aguarda a liberação do seu clube árabe para ser anunciado pelo Corinthians.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebolmercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG