Corinthians faz 5 a 0 no São Paulo e repete placar de 15 anos

Ultima goleada do Corinthians também tinha Carpegiani no banco do São Paulo. Resultado repetiu 1996

Bruno Winckler, iG São Paulo | 26/06/2011 18:04 - Atualizada às 21:44

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Com um início de segundo tempo arrasador, o Corinthians goleou o São Paulo por 5 a 0, acabou com a campanha 100% do rival no Brasileirão e colou na liderança no campeonato, ainda com o time do Morumbi. O Corinthians tem agora 13 pontos em cinco jogos contra 15 do São Paulo, que já fez seis partidas.

O Corinthians não vencia o São Paulo por 5 a 0 desde 1996, pelo Campeonato Paulista, em partida disputada em Ribeirão Preto. Em 1999, quando Paulo César Carpegiani era o técnico do São Paulo, o Corinthians já havia feito 4 a 0 contra o time do Morumbi. Foi a última goleada que a equipe corintiana aplicou no rival.

Veja os gols de Corinthians 5 x 0 São Paulo

Com um a mais em todo o segundo tempo – Carlinhos Paraíba foi expulso nos primeiros 45 minutos – o Corinthians marcou três vezes antes dos 15 minutos. Danilo e Liedson (três vezes) e Jorge Henrique garantiram uma tarde perfeita para o corintiano. O atacante, que não marcava há três jogos, voltou às redes e empatou com Willian como artilheiro da equipe no Brasileiro.

Coloque seu time em 1º no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

O São Paulo, ressentido das ausências de Lucas, Juan e Casemiro, não se encontrou. Muito jovem, a equipe de Paulo César Carpegiani perdeu toda sua força com um a menos e não teve forças para buscar um resultado melhor. A arbitragem de Rodrigo Braghetto foi questionada por alguns são-paulinos no intervalo.

Siga o iG Corinthians no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Com o resultado, o Corinthians completa 17 jogos seguidos sem perder clássicos no Pacaembu. São 13 vitórias e quatro empates seguidos contra seus principais rivais desde
outubro de 2006.

O Corinthians volta aos treinos nesta segunda-feira pela manhã e já se prepara para o jogo contra o Bahia, quarta-feira, em Salvador. O São Paulo tem um dia a mais de descanso antes do próximo jogo, quinta-feira, no Morumbi, contra o Botafogo.

Foto: Futura Press

Lidson marcou três gols na goleada do Corinthians sobre o São Paulo no Pacaembu

O jogo

Marcando por pressão a saída de bola do São Paulo, o Corinthians foi melhor no primeiro tempo. Teve posse de bola, domínio da maioria das jogadas, mas não conseguiu abrir o placar.

Logo no primeiro minuto, Ralf chutou mal, Willian desviou para trás e Paulinho chegou chutando forte. A bola tomou o rumo do canto direito do gol de Rogério Ceni. O goleiro se esticou bem e espalmou para escanteio.

O Corinthians chegava principalmente nos chutes de fora da área e nos cruzamentos. Willian levou perigo pelo lado direito do ataque, mas jogou muito distante de Liedson, que teve atuação tímida no p
O São Paulo pouco criou no primeiro tempo. Com muitos desfalques, a equipe não conseguia fazer a ligação entre defesa e ataque a não ser no chute longo. Numa das poucas bolas de perigo que chegou ao gol de Júlio César, Wellington resolveu tudo sozinho. Driblou três corintianos, invadiu a área, mas o goleiro da casa abafou e ficou com a bola.

Já depois da metade do primeiro tempo, aos 28 minutos, em contra-ataque, Jean achou Dagoberto na área, mas Chicão conseguiu antecipar antes que o atacante chegasse à bola.

O São Paulo conseguia equilibrar o jogo, quando o árbitro Rodrigo Braghetto começou a complicar a partida. Aos 32 minutos, após discussão entre Paulinho e Carlinhos Paraíba, os dois levaram cartão amarelo. Os dois primeiros da partida. Dois minutos depois, Bruno Uvini empurrou Willian dentro da área, o atacante corintiano caiu e o juiz mandou o jogo correr.

Antes dos 40 minutos, Jorge Henrique fez duas faltas duras, mas não levou amarelo. E aos 41, Carlinhos Paraíba chegou atrasado numa disputa de bola com Paulinho, derrubou o corintiano, e foi expulso após receber o segundo amarelo.

A partir daí, os minutos finais foram tensos. As duas equipes pressionaram o juiz, Rogério Ceni chegou a trocar palavras ríspidas com Braghetto (o capitão são-paulino também levou amarelo) e o árbitro paulista advertiu mais dois corintianos (Liedson e Castán) com o amarelo.

No segundo tempo, antes mesmo de um desenho do que se poderia esperar para os últimos 45 minutos ser esboçado, o Corinthians abriu o placar. Danilo aproveitou falha de Luiz Eduardo, driblou Bruno Uvini, enganou Rogério Ceni e quase da pequena área tocando macio para o fundo da rede do goleiro são-paulino.

Quando o São Paulo tentava se arrumar, veio logo um outro golpe corintiano. Willian cobrou escanteio, Castán subiu mais alto que a zaga são-paulina e Liedson aproveitou rebote de Rogério Ceni para ampliar o placar aos 8 minutos.

Com o Pacaembu inflamado pela maioria corintiana, o Corinthians chegou a mais um gol aos 15 minutos. Liedson se desvencilhou de Xandão dentro da área e cara a cara com Rogério Ceni, o atacante encheu o pé sem dó do goleiro. A festa era completa no Pacaembu.


Com o resultado garantido, o corintiano teve tempo ainda de ironizar o goleiro são-paulino. Aos 23 minutos, em falta marcada para o São Paulo na entrada da área o torcedor pediu que o Rogério corresse para a cobrança.


Com o jogo controlado, o Corinthians fez mais um com Liedson. Aos 34 Danilo puxou contra-ataque e Liedson marcou mais uma vez. Ainda teve tempo para Jorge Henrique marcar mais um, com direito a frango de Rogério Ceni, que deixou a bola passar entre seus braços.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 5 x 0 SÃO PAULO
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 26 de junho de 2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Vicente Romano Neto (ambos de SP)
Cartões Amarelos: Paulinho, Liedson, Leandro Castán (COR); Carlinhos Paraíba, Rogério Ceni (SP)
Cartão Vermelho: Carlinhos Paraíba (SP)
Gols: Danilo a 1 e Liedson, aos 8, 15 e 34 e Jorge Henrique aos 37 minutos do 2º tempo
Renda: R$ 955.283,00
Público: 30.351 pagantes (32.221 pessoas no total)

CORINTHIANS: Júlio César; Welder, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf,
Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Willian (Emerson) e Liedson. Técnico: Tite

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Bruno Uvini e Luiz Eduardo; Wellington, Rodrigo Caio, Carlinhos Paraíba e Fernandinho (Henrique); Marlos (Ilsinho)e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani

 

Foto: Milton Trajano

Charge brinca com as desculpas do são-paulino Paulo Cesar Carpegiani e a resposta do técnico corintiano Tite

Texto:
enviar por e-mail
* campos são obrigatórios
corrigir
* campos obrigatórios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG

Ver de novo