Times jogaram diante das suas torcidas na Liga dos Campeões, mas não conseguiram vantagem

Nesta quarta-feira, o Copenhagen, da Dinamarca, foi surpreendido dentro de seu país e perdeu por 3 a 1 para o Viktoria, da República Tcheca. Na Bielo-Rússia, o dono da casa, BATE-Borisov, não viu vantagem em jogar diante de sua torcida e empatou por 1 a 1 contra o Sturm Graz, da Áustria.

Os resultados obrigam as duas equipes que atuarão longe de seus domínios a buscar o gol, já que o placar zerado os elimina. Se a situação do BATE não é das melhores por ter de vencer o adversário fora de casa, ou empatar por dois ou mais gols de diferença, o desafio do Copenhagen é muito maior, já que a equipe precisa vencer por três gols de diferença para garantir a classificação para a fase de grupos da Copa dos Campeões.

A torcida do Copenhagen não viu sua equipe à frente no placar em nenhum momento. O Viktoria abriu 2 a 0, levando um susto ao tomar o gol que diminuiu a vantagem na segunda etapa, porém, voltando a ter o controle da partida, o time tcheco balançou as redes mais uma vez e levou uma ótima vitória para a República Tcheca.

No outro duelo, novamente o torcedor da casa ficou apreensivo ao acompanhar os visitantes abrindo o placar, logo aos 12 minutos de jogo. Mas o resultado não foi tão ruim quanto o que a equipe da Dinamarca teve de suportar. Demorou, mas o gol de empate saiu, aos 15 minutos da segunda etapa, concretizando a igualdade.

Os jogos de volta da última fase de eliminatória preliminar para decidir os últimos clubes que entrarão nos grupos da Copa dos Campeões acontecem nos próximos dias 23 e 24 de agosto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.