Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Romário muda o tom, elogia Ronaldo e diz que coisas estão mais claras

Deputado visitou a sede do COL e acredita que participação do ex-atacante irá dar mais credibilidade à organização da Copa

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Se a expectativa do presidente do COL (Comitê Organizador Local da Copa de 2014), Ricardo Teixeira, era melhorar a imagem do órgão com a indicação de Ronaldo para o conselho de administração, ao menos com o deputado federal Romário (PSB-Rio) o objetivo deu resultado. Após o encontro do trio nesta sexta-feira, na sede do COL, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio, o político amenizou o tom das criticas a Teixeira, abraçou-o, elogiou o andamento das obras dos estádios e exaltou a presença de Ronaldo no conselho.

Leia mais: Romário chega com discurso de paz em encontro com Ronaldo e Teixeira

“Conversei com o Rodrigo Paiva (assessor da CBF), pedi esse encontro com o Ronaldo e o presidente Ricardo Teixeira. Gostaria pessoalmente de falar com eles para amanhã, quando perguntarem o que o Ronaldo está fazendo, eu souber responder. Tive uma conversa bem direta, bem pratica, objetiva”, declarou Romário, que completou, elogiando o ex-companheiro de ataque da seleção brasileira.

“Pelo respeito, carinho e nossa história no futebol, ele vai ter uma pessoa em Brasília que sempre vai defendê-lo, principalmente se não fizer nenhuma m..... Espero e acho que ele não fará. O objetivo era esse, fiquei muito feliz de saber das coisas que não sabia. Hoje tenho muita consciência da responsabilidade da CBF, do COL e da importância, do que o Ronaldo significa para a organização da Copa”, completou.

Confira ainda: Crítico da Copa, Romário visita Teixeira e Ronaldo no Rio

Ronaldo também comentou a postura crítica do ‘baixinho’ e negou que o encontro fosse uma tentativa de pedir uma ‘trégua’. “Nós queremos sim o Romário crítico, é importante que ele seja crítico conosco. Mas que cobre de acordo com nossa responsabilidade. O comitê é responsável pelo monitoramento das obras dos estádios, não por outras obras de infraestrutura e outras coisas”, defendeu o ex-atacante.

Durante sessão na Câmara, Romário chegou a questionar se Teixeira renunciaria, caso as denúncias de corrupção contra o presidente da CBF fossem comprovadas. O deputado federal garante que continuará cobrando e investigando, mas que a visita desta sexta teve outros objetivos.

E mais: Relator da Lei Geral da Copa quer liberar álcool só no Mundial

“Se existe dúvida em relação a isso, vou continuar fazendo meu papel não só em relação ao Teixeira, mas qualquer pessoa pública ou não pública que sofra denúncias de corrupção. Essas coisas, é a justiça quem vai decidir, se é culpado ou não. Mas continuarei fazendo meu papel de fiscalizar e acompanhar, passar para o povo brasileiro o que eu entendo que é a verdade. Mas a visita de hoje não tem nada a ver com corrupção, meu objetivo maior aqui é saber como as coisas estão andando e quais as funções do Ronaldo no COL”, finalizou Romário.

Confira outros assuntos da entrevista coletiva:

A organização Copa terá nova cara com Ronaldo?
“O Ronaldo está dando cara, credibilidade ao COL.. Espero que ele possa, com tudo que conseguiu na vida, ter sucesso no novo cargo. Tenho certeza que o Brasil e o futebol brasileiro passarão a ser vistos de outra forma com ele aqui. O Ronaldo tem uma história, tenho certeza que ele não entraria, não só no COL, como em qualquer outra situação, com seu nome, se as coisas não fossem andar positivamente. Como companheiro, amigo, mas principalmente brasileiro, tenho certeza que com a entrada do Ronaldo as coisas serão mais claras”.

Veja a tabela da Copa do Mundo de 2014

Dúvidas quanto a função de Ronaldo no COL
“Não é uma dúvida só minha, mas de todo congresso. Não tinha certeza de onde ele entraria nisso. Muitos disseram que ele seria presidente do COL, o laranja do COL, o escudo do COL, e hoje eu soube exatamente o que ele fará. Vou passar para eles o que ele realmente vai fazer aqui”.

Meia entrada para deficientes físicos
“Só não vou dar a resposta para vocês, pois combinamos de falar em outra data. Fiquei muito feliz e as pessoas com deficiência, quando formos fazer esse comunicado, ficarão também. Será algo bem gratificante e me sinto honrado em estar aqui representando todos. Ia fazer esse pedido à Fifa, mas não será preciso. Ronaldo, Teixeira e CBF já me responderam e atenderam o pedido que foi feito. Só não falarei aqui, pois vamos convidar o Ronaldo para ele comunicar o pedido que foi feito e o que realmente foi aceito”.

Leia tudo sobre: copa 2014romárioronaldoricardo teixeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG