Tamanho do texto

Intervenção ainda depende da assinatura de contratos não detalhados pelo presidente José Sergio Gabrielli

selo

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou nesta quarta-feira que o deslocamento do duto da Transpetro que passa na região onde será construído o estádio do Corinthians , em Itaquera, zona leste de São Paulo, poderia ser concluído até o mês de agosto. A obra, entretanto, ainda depende da assinatura de contratos não detalhados pelo executivo.

"Sem resolvermos as questões contratuais, não é possível fazer (o descolamento)", disse o presidente da Petrobras. Ele reforçou que as negociações já estão em andamento e não apontou qualquer inviabilidade na operação de transferência do duto da Transpetro.

O cronograma do projeto já está pronto, segundo Gabrielli. O executivo, entretanto, não deu detalhes sobre valores e nem mesmo sobre quais outros empecilhos burocráticos impedem o início da obra.

Independente da transferência do duto da Transpetro, o Corinthians promete iniciar a construção do estádio no final de abril - para isso, a obra depende ainda de algumas licenças da prefeitura de São Paulo. Mas, mesmo diante de tantas indefinições, a nova arena corintiana já foi escolhida como palco paulista para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014.

Torcida

Gabrielli esteve reunido nesta quarta-feira com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Após o encontro, Alckmin aproveitou a entrevista coletiva para brincar com o presidente da estatal. "Como a Petrobras tem descobertas e investimentos crescentes em São Paulo, especialmente no litoral, nós não solicitamos, mas se quiser patrocinar o Peixe, o melhor time de São Paulo, nós agradecemos", afirmou o governador, que é torcedor do Santos .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.