Tamanho do texto

Pogba admitiu que a França se sentia favorita em 2016; Jogadores da Croácia atuaram 90 minutos a mais, mas Matuidi rechaça vantagem: "Você não assistiu à semifinal? Os ingleses pareciam muito mais cansados que eles!"

Jogadores da França retomaram treinos ontem para enfrentar a seleção da Croácia no domingo
DIVULGAÇÃO/FFF
Jogadores da França retomaram treinos ontem para enfrentar a seleção da Croácia no domingo

A seleção da França deu início à sua preparação para a final da Copa do Mundo, que será disputada no domingo (15), contra a Croácia , em Moscou. Os jogadores franceses têm pregado concentração total para não repetir na Rússia o que ocorreu na Eurocopa de 2016, quando a seleção era favorita na decisão contra Portugal e acabou derrotada, apesar de jogar em casa.

Em entrevista coletiva concedida nessa quinta-feira (12) após o primeiro treino da França após a classificação contra a Bélgica, o meio-campista Paul Pogba admitiu que os jogadores 'subiram no salto alto' na Euro-2016 e assegurou que o time tirou lições daquela derrota.

"A gente pensava que já tínhamos ganhado. Hoje, nossa mentalidade é diferente. Para ser honesto, na Eurocopa, nós sentimos como se tivéssemos sido campeões após derrotarmos a Alemanha. Foi como se aquela fosse a final, mesmo sabendo que ainda enfrentaríamos Portugal. Foi o nosso erro. Mas desta vez é diferente. Estamos focados e vamos encarar esse jogo de um modo diferente, buscando realmente a vitória. Vamos dar tudo para levar a taça para casa", disse o jogador do Manchester United.

Leia também: Confira 4 razões para acreditar e 4 para duvidar da França na final da Copa

Leia também: A Croácia pode mesmo ser campeã? Veja 4 razões para acreditar e 4 para duvidar

Cansaço?

Além do suposto favoritismo para a final, os jogadores franceses também foram muito questionados sobre a suposta vantagem da equipe por conta do fato de os atletas da Croácia atuaram por 90 minutos a mais nesta Copa do Mundo devido à disputa de três prorrogações no caminho até a final.

"Isso é uma grande bobagem! Você não assistiu à semifinal? Os croatas são verdadeiros guerreiros. Os ingleses pareciam muito mais cansados que eles!", declarou ao site da Fifa o volante francês Matuidi.

"Eu não vejo isso como uma desvantagem para eles. Eles estarão ainda mais determinados e dispostos a mostrar que eles querem a vitória apesar de já terem jogado esses 90 minutos a mais", corroborou Pogba.

Além de fazerem sessões leves de treinos, os franceses também aproveitaram algumas das últimas 48 horas para analisarem táticas para o confronto frente à seleção da Croácia, conforme confidenciou o atacante Antoine Griezmann. 

"Estamos confiantes, mas não devemos nos colocar sob muita pressão. Temos que imaginar que esse é um jogo normal e darmos tudo de nós dentro de campo. Não teremos muitas oportunidades, então devemos aproveitá-las assim que elas surgirem", disse.

Se a confiança está em alta pelo lado francês, o mesmo se repete entre os croatas, conforme assegurou o camisa 10 Luka Modric. "Ninguém esperava nos ver na final, mas não vamos parar por aqui. Vamos dar o nosso melhor para erguer a taça. Essa é uma oportunidade única. Eu trocaria todos os troféis que conquistei em minha carreira em troca disso. Estamos prontos para encarar a França ", disse o capitão croata.

    Leia tudo sobre: futebol