Tamanho do texto

Além dos atletas que vão estrear, também há duas seleções fazendo sua primeira participação em Copas do Mundo na edição da Rússia em 2018

A Islândia se classificou para uma Copa do Mundo pela primeira vez em sua história após vencer partida contra o Kosovo
Divulgação
A Islândia se classificou para uma Copa do Mundo pela primeira vez em sua história após vencer partida contra o Kosovo

As seleções estão prontas para o início da Copa do Mundo. Todos os jogadores foram convocados e a maioria já está na Rússia para disputar o Mundial, que terá início na próximo quinta-feira (14), com o jogo entre os anfitriões e a Arábia Saudita.

Leia também: CBF trai acordo com Conmebol e vota no Marrocos para sediar a Copa de 2026

Ao todo, 736 atletas vão foram convocados para disputar o torneio. Um fato interessante é que mais da metade deles jogarão a Copa do Mundo pela primeira vez na carreira: a edição de 2018 terá 536 estreantes.

As estreias, no entanto, não são apenas de jogadores. Há duas seleções que também farão sua primeira participação no torneio: Islândia e Panamá. Com isso, eles se juntam a outros 77 países que já disputaram a Copa. 

No total, 16 países diferentes já sediaram Copas. Ao todo, já foram realizadas 836 partidas, sendo que a de número 900 será justamente a final desta edição. Um dos desafios dos jogadores será ultrapassar os 121 gols necessários para chegar na marca dos 2.500 em Copas do Mundo.

Leia também: Em sua segunda Copa, Senegal tenta repetir feito histórico de 2002

Oito diferentes seleções já conseguiram o título da competição: Brasil, cinco vezes; Alemanha e Itália, quatro; Uruguai e Argentina, duas vezes cada, e Inglaterra, França e Espanha, uma vez cada uma, são os campeões.

Próxima Copa

Apesar de a Copa de 2018 ainda nem ter começado, a Fifa já está pensando em 2002. A entidade máxima do futebol anunciou, nesta quarta-feira (13), que vai aumentar a premiação para a Copa do Catar.

De acordo com a organização, a verba total alocada será de 440 milhões de dólares, o equivalente a cerca de R$ 1,6 bilhão. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o valor corresponde a 26% do investimento previsto, que é de 1,6 bilhões de dólares (R$ 5,9 bilhões).

Leia também: Seleção brasileira faz treino fechado em Sochi, e ainda não conta com Fred

Embora a Fifa ainda não tenha dado mais detalhes sobre como acontecerá a divisão da verba, a quantia aprovada está relacionada a uma Copa do Mundo de 32 seleções participantes. No entanto, há ainda a possibilidade de o evento no Catar ser ampliado para 48 países. A mudança fica nas mãos das autoridades do país sede, que vai definir se permitem mais integrantes.

*Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Futebol