Fábio Mahseredjian viu como positivo o fato de atacante estar com carga de jogos menor e assim, resguardado para apresentação da seleção na Copa

Neymar sofreu lesão no quinto metatarso do pé direito durante partida do Campeonato Francês
Reprodução
Neymar sofreu lesão no quinto metatarso do pé direito durante partida do Campeonato Francês

O preparador físico da seleção brasileira , Fábio Mahseredjian, declarou que há um "lado bom" sobre a lesão sofrida por Neymar. O camisa 10 do Paris Saint-Germain se machucou durante o clássico contra o Olympique de Marselha pela 27ª rodada do Campeonato Francês. Dias depois, foi operado em Belo Horizonte e atualmente está de repouso em sua mansão em Mangaratiba, no litoral do Rio de Janeiro.

Leia também: Nike pode financiar ida de Neymar para o Real Madrid; entenda o interesse

"Tudo tem um lado bom na vida. O ponto positivo é que Neymar estará com uma carga de jogos muito menor na apresentação da seleção", afirmou Mahseredjian à Folha de São Paulo . "Preferíamos que ele nunca tivesse uma lesão desse tipo, é muito melhor que o atleta esteja com 100% de sua forma física e tática, mas a carga de jogos não será elevada", completou o preparador físico.

Leia também: Marquinhos pede para Neymar ficar no PSG após eliminação na Liga dos Campeões

A cirurgia foi realizada pelo médico da seleção Rodrigo Lasmar e contou ainda com a presença do renomado profissional na área esportiva Gérard Saillant, que já operou Ronaldo e Michael Schumacher. A expectativa é de que o atacante deva voltar em no máximo 90 dias, já que o prazo termina no mês de junho, quando a Copa do Mundo tem início.

Leia também: Conheça a mansão de R$ 28 milhões onde Neymar vai se recuperar após a cirurgia

A lesão 

Neymar machuca o tornozelo pelo PSG
Reprodução
Neymar machuca o tornozelo pelo PSG

O atacante brasileiro se machucou na vitória por 3 a 0 do  PSG  sobre o Olympique de Marselha pelo  Campeonato Francês . Ele torceu o tornozelo sozinho, aos 34 minutos do segundo tempo, quando o time da casa já vencia o clássico por três gols de diferença. O treinador Unai Emery e o dono do PSG, Nasser Al-Khelaifi, demonstraram bastante preocupação no momento da lesão e após o jogo. Neymar foi um dos destaques dentro de campo durante a partida, participando ativamente do segundo tento e dando assistência para Cavani marcar o terceiro e fechar o placar. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.