Tamanho do texto

Saransk é uma das sedes dos estádios da Copa que irá receber apenas jogos da fase de grupos. Muito colorida, Arena Mordovia é uma das mais bonitas

Saransk é uma cidade primordialmente industrial durante o crescimento da União Soviética. Recebeu muitos moradores em busca de emprego e melhor qualidade de vida durante as décadas de 50 e 60. Atualmente, sua população está em diminuindo continuamente, já que a maioria dos empregos eram gerados por companhias e industrias que não existem mais. A cidade é sede de um dos estádios da Copa . A Mordovia Arena receberá apenas 4 jogos da fase de grupos.

Leia também: Estádios da Copa: conheça Volgogrado, a cidade mais soviética da Rússia

Arena Mordovia, um dos estádios da Copa, em Saransk
Reprodução/Twitter
Arena Mordovia, um dos estádios da Copa, em Saransk

Saransk é a menor das cidades sedes de estádios da Copa . Uma das sua principais atrações foi construída neste século: a catedral ortodoxa em homenagem a Fyodor Ushakov, um antigo comandante da marinha russa. Mesmo sendo concluida apenas em 2006, a obra chama a atenção pelas características da arquitetura da época do império russo.

Fundação: 1641

População: 297,415 (Censo 2010)

Área: 383 km²

Altitude: 156 metros

Código telefônico: +7834

Palco da Copa

O Estilo da arquitetura escolhido para a construção da Arena Mordovia é dedicada ao 1000º aniversário da união dos mordovos, como é chamada a população da região. O uso de cores vivas é uma referência à paleta de cores usada no artesanato do povo.

Capacidade: 44,422

Custo: R$ 932 milhões

Jogos:

15 de junho - Peru x Dinamarca - Grupo C
19 de junho – Colômbia x Japão - Grupo H
25 de junho – Irã x Portugal - Grupo B
28 de junho – Panamá x Tunísia - Grupo G


Clube da cidade

O maior, e único clube profissional da cidade, é o FC Mordovia Saransk. Ele é é um clube de pequena expressão desde que foi criado, em 1961. Entretanto, nos últimos anos conseguiu participar da primeira divisão em duas opoutinidades após vencer o título da segunda divisão. Atualmente está na segunda divisão, mas faz boa campanha e deve retornar a elite na próxima temporada.
Sua melhor participação na Copa da Rússia foi quando atingiu as quartas de final. Isso aconteceu em duas oportunidades: em 2009 e em 2014/15.


Turismo

A cidade é muito conhecia pela sua arquitetura que remete à época do imporio russo. Mesmo tendo a maioria dos seus maiores monumentos construídos recentemente, as cores são vivas e chamam muito a atenção de quem visita a cidade. Além disso, passeios pelos pontos turísticos podem ser feitos em sequência, já que a cidade é pequena e a distância entros os locais é curta.

Leia também: Estádios da Copa: Níjni Novgorod, a cidade de Gorky que receberá Lionel Messi

Pontos turísticos

Museu de Cultura Folclórica da Mordovia: Este museu etnográfico foi inaugurado em 1999. As autoridades locais cederam uma mansão de dois andares no centro da capital mordoviana para a elaboração do espaço cultural. Antigamente, o prédio abrigava o Supremo Tribunal de Mordovia e depois, a União dos Escritores da república. O local tem mais de quatro mil exposições, incluindo duzentos ítens que datam do século XIX. Você pode aprender sobre o Rasken Ozks, uma oração coletiva praticada entre Erzya no período pré-cristão. estes cantos pediam a uma divindade uma boa colheita e faziam oferendas. Além disso, pode aprender sobre o Teyteren Piya Kudo, um ritual para meninas que atingiram a idade do casamento. Era um feriado nacional em que todas as futuras noivas se reuniram em uma cabana para preparar cerveja e costurar vestidos de noiva.

Museu Alexander Polezhaev: O museu está localizado no centro de Saransk. Foi inaugurado em 2001 e é um centro de pesquisa, estudando o patrimônio do poeta Alexander Polezhaev, que viveu no século 19. Neste museu você pode ver uma exposição compacta sobre a infância e as primeiras obras de Polezhaev.

Mordovian Erzia Museum of Visual Arts: Ele abriga uma coleção de obras do escultor mordoviano Stepan Erzia (1876-1959) e do pintor Fedot Sychkov (1870-1958). Antes de Erzia se tornar um famoso escultor, exibindo obras em Veneza, Roma, Milão, Nice e Paris, trabalhou em vários estúdios de pintura, inclusive em igrejas na região do Volga. Para ver todas as obras o espaço, é necerrio pelo menos uma hora, já que contém mais de 1.500 itens, incluindo obras de artistas mordovianos contemporâneos.

Catedral de St. Theodore Ushakov: A construção é a mais bonita da cidade e apenas ficou pronta em agosto de 2006. A cruz central da catedral é do estilo do Império Russo e tem 62 metros de altura. Nela, existem quatro torres de sino e 12 sinos, o maior dos quais pesa seis toneladas. Ao lado da catedral há um monumento a Fedor Ushakov, um almirante russo que comandou a Frota do Mar Negro em 1790-1792. Os moradores de Saransk o consideram o santo padroeiro da cidade. O comandante militar passou apenas seus últimos anos em Mordovia, mas sua história familiar está estreitamente entrelaçada com a história do povo da mordovia.

Praça Soviética: Este é o centro histórico de Saransk. Em 1852 foi gravemente danificado em um incêndio, que destruiu a Igreja Colegiada, que dali ficava e era um dos marcos da cidade. A área também tinha seu próprio Kremlin, que também foi atingido pelo fogo.Em 1960-1970, a praça passou por uma grande obra. Os prédios históricos foram removidos, o quadrado expandido e os prédios administrativos foram adicionados. Apenas um dos locais históricos permaneceu, embora significativamente alterado. Atualmente, este edifício abriga a administração da capital mordoviana.

Culinária

A gastronomia local tem grande influência de diversas cozinhas ao redor do mundo. As maiores influências veio da Europa, principalmente de restaurantes italianos, e alemães e da culinária japonesa. Confira os três melhores restaurantes de culinária russa de Saransk segundo o Trip Advisor.

Mordovskoe Podvorye: Um enorme restaurante empecializado na cozinha mordovânica, com especialidades de pratos da região. O local é perfeito para crianças, já que há uma área reservada para elas. Lá, há um quarto com uma cozinha separada, TVs e brinquedros para os pequenos. A comida é abundante. cada prato serve mais de uma pessoa tranquilamente. mesmo que a culinária mordoviana seja esperada, as páginas do menu oferecem pratos russos e europeus. As sopas são muito pedidas e são trazidas no pão de pão de centeio.

Kaban&Bryukva: O local é uma mistura de bistrô com um pub. A decoração é bem parecida com os bares clássicos do Reino Unido, mas tem um diferencial: cabeças de javalis pela paredes do restaurante. a especialidade são carnes, de todos os animais e cortes. Todo domingo, eles realizam eventos infantis aqui, mas como são muito concorridos, é recomendado uma reserva com antecedência.

Big Pig: Restaurante de carne no centro da cidade, com um prefixo que diz "grill-bar". Espaçosa, sem frescura, com uma cozinha aberta, na qual constantemente assada alguma coisa, desde salsichas até a perna de porco completa, você está surpreso com o cheiro agradável. Há muitos pratos projetados para uma grande festa de jantar, e onde há um grande jantar, há diversão até a manhã, alimentada por um mar de álcool. O gráfico de barras tem clássicos populares, além de duas dúzias de cocktails e cerveja, incluindo cervejarias artesanais, das quais são várias dúzias de variedades. No verão há um agradável pátio com uma boa sombra, o que torna este lugar ainda mais atraente, especialmente para visitantes com crianças. Existem várias TVs no restaurante, onde eventos esportivos importantes são ocasionalmente transmitidos.

Custos

De acordo com a cotação de Fevereiro de 2018, R$ 1 equivale a 17,53 rublos russos. Mas para fazer trocas para a moeda local, a melhor opção é usar dólar norte-americano e euro. Os custos diários na Rússia podem variar de acordo com o seu orçamento. Em uma viagem de baixo custo, é possível gastar cerca de R$ 90 com hospedagem em quartos compartilhados e alimentação em lugares simples. Caso possa gastar um pouco mais, os valores podem chegar à R$ 228 em um dia. Durante um passeio de luxo, os quartos dos melhores hotéis do país podem cobrar mais de R$ 300 a diária e uma refeição com dois pratos em um restaurante mais sofisticado custa, pelo menos, R$ 114.

Leia também: Estádios da Copa: um dia devastada pela guerra, Kaliningrado receberá campeãs

Como chegar

De avião: cada dia no aeroporto de Saransk aterrissam dois aviões vindos de Moscou. Para além disso, há voos diários vindo de São Petersburgo. O preço das passagens é baixo e podem chegar a custar menos de R$ 150,00.

De trem: estação de trens Saranksk-1 recebe vários trens vindos de Moscou, São Petersburgo, Rostov-no-Don, Ekaterinburgo e várias outras cidades.Seis trens saiem de capital em direção a cidade todos os dias. O primeiro parte as 11 da manhã e o último à meia-noite. A viagem dura pouco menos de 9 horas.

De carro: A viagem de carro para um dos estádios da Copa é mais demorada que a de trem. O trejeto demora pouco menos de 10 horas, e deve ser feito utilizando as rodovias P72 ou P105.

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.