Cidade mais próxima da capital Moscou entre todas as sedes, Níjni Novgorod será palco de seis jogos da Copa do Mundo, sendo um deles da Argentina

 Situada às margens dos rios Volga e Oka e capital do distrito que leva o nome do primeiro rio, Níjni Novgorod é uma das cidades mais antigas da Rússia e a quinta maior do país. Neste ano, terá a honra de receber jogos da Copa do Mundo e, inclusive, um da Argentina de Lionel Messi. O duelo contra a Croácia acontecerá no Nizhny Novgorod, um dos estádios da Copa. A primeira partida no local será entre Suécia e Coreia do Sul, dia 18 de junho.

Leia também: Estádios da Copa: conheça Rostov do Don, a "Cidade da Morte" na Rússia

O Nizhny Novgorod é um dos estádios da Copa; ele receberá seis jogos do Mundial e fica na cidade de Níjni Novgorod
Divulgação/Fifa
O Nizhny Novgorod é um dos estádios da Copa; ele receberá seis jogos do Mundial e fica na cidade de Níjni Novgorod

A cidade com nome complicado de pronunciar foi fundada pelo príncipe Yuri Vsevolodovich em 1221 como ponto de apoio à defesa da fronteira oriental. Tradições populares contam outra coisa sobre o surgimento, mas a primeira hipótese ainda é a mais confiável. O local de um dos estádios da Copa , já no século XIX, se tornou centro do comércio do país e chegou a ser apelidada de bolsa da Rússia. Durante o regime soviético, de 1932 a 1990, a cidade se chamou Gorky, em homenagem ao escritor, romancista, dramaturgo, contista e ativista político russo Maksim Gorky, que nasceu lá. 

Fundação: 1221

População: 1.267.600

Área: 466,5 km²

Altitude: 78 metros

Código telefônico: +7831

Palco da Copa

O Estádio Nizhny Novgorod, de acordo com os arquitetos, simboliza as duas forças dominantes da natureza: água e vento. No teto foram instalados painéis translúcidos brancos e em dois tons de azul, assim como as cadeiras das arquibancadas. Durante o Mundial, serão permitidos pouco mais de 45 mil torcedores (com tribunas) e depois ele será utilizado como complexo esportivo multifuncional, onde acontecerão também shows, espetáculos, exposições e feiras. Ele ficou pronto no início deste ano e receberá seis jogos da Copa - quatro da fase de grupos, um das oitavas de final e outro das quartas de final.

Capacidade: 45.331

Custo: R$ 1,307 bilhão

Jogos:

18 de junho - Suécia x Coreia do Sul - Grupo F

21 de junho - Argentina x Croácia - Grupo D

24 de junho - Inglaterra x Panamá - Grupo G

27 de junho - Suíça x Costa Rica - Grupo E

1º de julho - Oitavas de final

6 de julho - Quartas de final

Clube da cidade

Одну из тренировок провели на пляже.

Uma publicação compartilhada por @ fcolympiec em

Atualmente, a cidade conta com um clube de futebol oficial, o Olimpiyets Nizhny Novgorod. A equipe foi fundada em 2015 e iniciou sua trajetória no terceiro nível do futebol russo. No fim da última temporada, conseguiu se classificar para a segunda divisão. Antes, a cidade foi sede de outros clubes, como o FC Lokomotiv Níjni Novgorod, FC Volga Nijni Novgorod, FC Spartak Níjni Novgorod e o FC Torpedo NN Níjni Novgorod.

Leia também: Estádios da Copa: palco da abertura e da final, Moscou é berço da cultura russa

Turismo

A rua Bolshaya Pokrovskaya é a principal para pedestres em Níjni Novgorod. Por lá, os turistas podem admirar a beleza da arquitetura da cidade, além de comprar recordações nas lojinhas. Engana-se, porém, quem acha que o local é visitado apenas por pessoas de fora, porque os próprios moradores costumam passear por lá. Os rios que banham a cidade fazem com que o clima local seja ameno no verão, justamente durante a disputa da Copa.

Pontos turísticos

Teatro Dramático Acadêmico Estatal Maksim Gorky: Lá é o único teatro da Rússia que recebeu, desde 1901, todas as peças de Gorky e algumas encenações de sua prosa. Lá é possível ver peças de teatro, concertos e show.

Limpopo Zoo: Para quem for com a família, poderá visitar o zoológico da cidade. Lá tem também aquários e podem ser feitas atividades ao ar livre.

Kremlin: Principal orgulho dos habitantes, o Kremlin começou a ser construído no século XVI para a proteção das incursões dos tártaros. Hoje existem doze torres que reforçam os dois quilômetros de muralhas do castelo. Se você vai até Níjni Novgorod não pode deixar de visitar este monumento histórico. De lá, pode-se descer até a margem do Volga pela escadaria Chkalov, que tem 442 degraus e foi construída em forma de oito, na interseção de cujas linhas foram feitos mirantes, onde se pode desfrutar da vista magnífica do rio e descansar.

O Kremlin da cidade de Níjni Novgorod e a bela escadaria Chkalov
Divulgação
O Kremlin da cidade de Níjni Novgorod e a bela escadaria Chkalov

Em geral, a rua Bolshaya Pokrovskaya une todos os principais pontos de atração turística e praças da cidade. Muitas esculturas de ferro ficam espalhadas pelo lugar, como cachorro, gato, homens, mulheres e crianças. A mais famosa escultura de todas é a cabra alegre. De acordo com os moradores, quem sobe nela e esfrega seus chifres tem qualquer desejo realizado.

Culinária

Em Níjni Novgorod, assim como em várias cidades russas, o turista encontrará várias opções de comidas. Logo abaixo, confira os três melhores restaurantes de culinária russa de Níjni Novgorod segundo o site especializado Trip Advisor.

Pelmennaya Lepi Testo: Neste local, aberto todos os dias da semana, você poderá fazer qualquer refeição no dia. É ideal para famílias com crianças e grupos grandes, mas se for sozinho não encontrará problemas. A cozinha serve opções vegetarianas e veganas, além da culinária russa. O restaurante fica próximo aos principais pontos turísticos da cidade.

Pyatkin: O cliente poderá almoçar e jantar neste restaurante, que serve comida russa, sopa, do leste europeu, da Europa central e conta com opções vegetarianas e veganas. É ideal para qualquer tipo de encontro. No site especializado, várias pessoas brasileiras avaliaram o restaurante como excelente.

Restaurant Ekspeditsiya. Severnaya Kukhnya: Esse restaurante é um pouco mais caro em relação aos dois primeiros e serve frutos do mar, grelhados, comida russa e iguarias. Também é ideal para qualquer tipo de grupo. Nele, o cliente encontrará réplicas de helicóptero e caminhão para tirar fotos e também uma bela vista do rio Volga.

Custos

De acordo com a cotação de Fevereiro de 2018, R$ 1 equivale a 17,53 rublos russos. Mas para fazer trocas para a moeda local, a melhor opção é usar dólar norte-americano e euro. Os custos diários na Rússia podem variar de acordo com o seu orçamento. Em uma viagem de baixo custo, é possível gastar cerca de R$ 90 com hospedagem em quartos compartilhados e alimentação em lugares simples. Caso possa gastar um pouco mais, os valores podem chegar à R$ 228 em um dia. Durante um passeio de luxo, os quartos dos melhores hotéis do país podem cobrar mais de R$ 300 a diária e uma refeição com dois pratos em um restaurante mais sofisticado custa, pelo menos, R$ 114.

Leia também: Estádios da Copa: conheça Sochi, a “casa” da seleção brasileira na Rússia

Como chegar

De avião: Se for de avião partindo de Moscou, a viagem durará pouco mais de 1 hora, já que Níjni Novgorod é a mais próxima da capital entre todas as cidades-sede. As passagens podem sair por pouco mais de R$ 200 até R$ 400, dependendo da época da compra.

De trem: Partindo da capital, o tempo de viagem é de entre três horas e meia e sete horas.

De ônibus/carro: Caso opte por ir de carro para um dos estádios da Copa partindo de Moscou, a viagem durará entre seis e sete horas. De ônibus, de seis a oito horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.