Tamanho do texto

Ao sul da Rússia, Rostov do Don é a primeira parada da seleção brasileira para o Mundial de 2018, em estádio construído especialmente para o evento

Rostov do Don é uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2018
Reprodução/ Ministério da Educação e Ciência da Rússia
Rostov do Don é uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2018

Dividida em oito distritos, a cidade de Rostov do Don está localizada em uma província de mesmo nome ao Sul da Rússia. É lá onde o Brasil irá fazer sua estreia na Copa do Mundo de 2018, no dia 17 de junho, contra a Suíça. A partida irá acontecer mais precisamente na Arena Rostov, um dos estádios da Copa, que foi construída especialmente para receber o maior evento de futebol mundial.

LEIA TAMBÉM: A seleção com 11 bons jogadores que não veremos na Copa do Mundo de 2018

Fundada em 1749, tome cuidado para não confundir Rostov do Don com Rostov Veliki, ou Rostov Grande, que são outros municípios. O local de um dos estádios da Copa de 2018 teve forte crescimento industrial devido o porto do rio Don, que banha a cidade. É lá também onde os cossacos, uma classe militar importante para a expansão russa, mantém suas tradições.

Fundação: 1749

População: 1,089,261 (Censo 2010)

Área: 354 km²

Altitude: 50 metros

Código telefônico: +7863

Palco da Copa

Rostov Arena é um dos estádios da Copa do Mundo de 2018; após o fim do evento, será a casa do FC Rostov
Reprodução/ Fifa
Rostov Arena é um dos estádios da Copa do Mundo de 2018; após o fim do evento, será a casa do FC Rostov

Próxima ao rio Don, a Arena Rostov será a nova casa do Rostov FC depois da Copa do Mundo de 2018. Concluído em dezembro de 2017, além de receber quatro jogos da fase de grupos, vai receber uma partida das oitavas de final.

Capacidade: 45.145

Custo: R$ 1,488 bilhão

Jogos: 

17 de junho – Costa Rica x Sérvia - Grupo E

20 de junho – Uruguai x Arábia Saudita - Grupo A

23 de junho – Alemanha x Suécia - Grupo F

26 de junho – Islândia x Croácia - Grupo D

2 de julho - Oitavas de final

Clube da cidade

Fundado em 1930, o FC Rostov atua na primeira divisão do Campeonato Russo. Foi o campeão da segunda divisão em 2008 e na temporada 2013/2014 foi o vencedor da Copa da Rússia. Antes da construção da Arena Rostov, era o clube do estádio Olimp -2, que com capacidade para pouco mais de 15 mil pessoas, havia sido inaugurado em 1930. Além disso, a cidade ainda conta com dois times extintos ou lincenciados: o FC SKVO Rostov do Don e o FC Istochnik Rostov do Don.

Turismo

A cidade da morte

Embora os guias turísticos não passem essa informação, Rostov do Don é conhecida como a cidade da morte e também recebe o apelido de “Casa dos Maníacos”. É de lá, inclusive, o mais famoso serial killer da Rússia : Andrei Chikatilo. Conhecido Açougueiro de Rostov, O Estripador Vermelho e O Estripador de Rostov, foi responsável pela morte de mais de 50 pessoas entre os anos de 1978 e 1990. Em 1994, foi condenado à morte e fuzilado.

LEIA TAMBÉM: Os 5 jogos imperdíveis e os 5 menos atrativos da primeira fase da Copa 2018

Pontos turísticos

Catedral da Natividade da Santíssima Virgem Maria em Rostov do Don, Rússia
Reprodução/ Russia Trek
Catedral da Natividade da Santíssima Virgem Maria em Rostov do Don, Rússia

Catedral da Natividade da Santíssima Virgem Maria:  É um dos cartões postais da cidade e considerada uma réplica em tamanho reduzido da Catedral de Cristo Salvador de Moscou.

Monumento de Alexander Pushkin:  Considerado o maior poeta russo na época romântica, Alexander Pushkin foi homenageado com um monumento, localizado entre a rua Pushkin e a Avenida Voroshilov.

Rua Pushkin:  Conhecida pelo seu extenso calçadão com restaurantes, cafés, monumentos e jardins, lá estão localizados atrações como o Museu Memorial Sabina Spielrein, o Parque da Revolução de Outubro e o Parque Gorky.

H2O Aquapark:  No verão, parque aquático pode ficar lotado. Crianças e adultos se divertem nas inúmeras piscinas, aquecidas e descobertas. Mas há também saunas e spa.

Rostov State Musical Theatre:  É um dos maiores teatros do sul do país. Inaugurado em 1999, conta com cerca de 300 apresentações, festivais e shows todos os anos.

Mercado Central:  Tanto para os moradores quanto para os turistas, o mercado central permite a compra de peixes e carnes frescas, legumes e frutas. Além disso, é um local para encontrar típicos alimentos da Rússia.

Culinária

Por conta da localização próxima ao rio Don e ao porto, a cidade oferece grande variedade de peixes e alimentos frescos. Confira os três melhores restaurantes de culinária russa de Rostov do Don, segundo o Trip Advisor.

Smetana : Ambiente acolhedor e deslocado, é uma boa opção para o almoço. Recomenda-se o pelmeni, visivelmente parecido com o capeletti, é um bolinho de massa fina recheado com carne e claro, no estilo russo. Outra pedida é o vareniki, uma massa similar ao ravioli, que possui diversos tipos de recheios. Ambos são alguns dos pratos favoritos de russos e ucranianos. No almoço, o preço médio chega a ser de 250 rublos russos. Localização: Bolshaya Sadovaya ul 80, Rostov do Don, Rússia.

Onegin Dacha : Sofisticado, é considerado um dos melhores da cidade. Localizado no centro de Rostov do Don, é dividido em dois diferentes ambientes: o "pomar de cereja" e o "jardim de inverno". No Onegin Dacha, além dos pratos tradicionais russos, a gastronomia possui acentos da culinária francesa. As especialidades da casa incluem a sopa de peixe, um coelho assado com creme de maça e uma salada Olivier com língua de vitela, camarões, caviar e alcaparras. Nos finais de semana, o jantar conta com jazz ao vivo. Localização: Chekhova ave, 45B, Rostov do Don, Rússia.

Bukowski: Bar e restaurante, é um bom lugar para assistir um jogo na televisão enquanto toma uma cerveja acompanhada de um prato de carne ou peixe. Em dias de partidas de futebol, o lugar fica cheio, então é recomendável que se faça uma reserva. Com menu extenso, a culinária russa é misturada com toques europeu e italiano. Acontecem shows de música ao vivo com frequência e para quem vier de carro, há estacionamento os clientes. Localização: Krasnoarmeyskaya St., 168/99, Rostov do Don, Rússia.

LEIA TAMBÉM: Entre jovens e experientes, os novatos que podem brilhar na Copa do Mundo 2018

Custos

De acordo com a cotação de Fevereiro de 2018, R$ 1 equivale a 17,53 rublos russos. Mas para fazer trocas para a moeda local, a melhor opção é usar dólar norte-americano e euro. Os custos diários na Rússia podem variar de acordo com o seu orçamento. Em uma viagem de baixo custo, é possível gastar cerca de R$ 90 com hospedagem em quartos compartilhados e alimentação em lugares simples. Caso possa gastar um pouco mais, os valores podem chegar à R$ 228 em um dia. Durante um passeio de luxo, os quartos dos melhores hotéis do país podem cobrar mais de R$ 300 a diária e uma refeição com dois pratos em um restaurante mais sofisticado custa, pelo menos, R$ 114.

Como chegar

De avião: Um voo de Moscou para Rostov do Don tem duração média de 1h50 e custa cerca de R$500. Há voos regulares que saem dos aeroportos de Domodedovo, Vnukovo e Sheremetyevo em direção ao Internacional de Rostov do Don.

De trem: Há trens que saem da estação Estação Kazansky, em Moscou, diariamente sentido Rostov do Don. O tempo de viagem é de aproximadamente 16 horas.

De ônibus/carro: Os ônibus de Moscou para Rostov do Don podem ser encontrados na estação de ônibus Orekhovo ou na estação de metrô Komsomolskaya. A viagem, para chegar em um dos estádios da Copa, dura aproximadamente 17 horas. Caso vá com o seu próprio carro, é possível realizar o percurso em 14 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.