Pelo menos oito equipes terão de mandar jogos longe de suas casas; Grêmio e Inter podem completar lista

Com a intensificação nas reformas de diversos estádios para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil , o Campeonato Brasileiro deste ano pode ter até metade dos times mandando jogos longe de seus tradicionais palcos. Os maiores prejudicados são os times do Rio de Janeiro e os de Minas Gerais.

Siga o Twitter dos principais clubes no iG Esporte e receba as notícias em tempo real

No Rio, o Botafogo conta com o Engenhão e o Vasco com São Januário. Mas, sem o Maracanã, Flamengo e Fluminense terão de se dividir entre os estádios dos rivais e, algumas vezes, até em outra alternativa, como o estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé. Na rodada inicial, por exemplo, o Flamengo joga lá contra o Avaí por conta do show de Paul McCartney no Engenhão.

Divulgação
Obras no Maracanã continuam deixando Flamengo e Fluminense sem estádio. Engenhão é alternativa
Por enquanto, os jogadores não demonstram preocupação. “Macaé é nossa casa. Tivemos sucesso lá, a torcida compareceu e deu apoio. Ela fica perto e faz um caldeirãozinho”, disse o lateral direito Leonardo Moura. “Só tenho boas lembranças, é um estádio que traz sorte pra gente”, completou o atacante Wanderley. Em 2011, o Flamengo já fez seis jogos no local, com quatro vitórias e dois empates.

Em Minas, os três times participantes do Brasileirão devem mandar seus jogos prioritariamente na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Isso porque América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro não podem contar nem com o Mineirão nem com o Independência, que normalmente aparece como primeira alternativa.

No caso dos mineiros, porém, a insatisfação por jogar longe de casa é bem maior. “O Cruzeiro perdeu no ano passado coisa de R$ 12 milhões de arrecadação. Esse ano a previsão é de perder uns R$ 20 milhões. Cometeu-se um equívoco quando liberaram os dois estádios para reforma. Você tem duas casas e de repente tem que morar debaixo da ponte”, reclamou o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella. Ele ainda apontou prejuízo técnico para o time, dizendo que poderia ter sido campeão em 2010 se tivesse jogado em casa.

Outros times prejudicados pelas reformas dos respectivos estádios por conta da Copa são o Bahia e o Ceará. O Internacional, por enquanto, é a exceção, já que seguirá mandando suas partidas no Beira-Rio . A expectativa, contudo, é de que isso se torne inviável à medida que as obras avancem.

Existem, por fim, os times que ficarão “sem teto” mesmo não estando envolvidos com o Mundial. É o caso do Palmeiras, que resolveu recentemente algumas pendências relacionadas à construção da Arena Palestra e ainda sonha em receber jgoos da Copa das Confederações em 2013 .

Confira abaixo onde cada um dos times “sem estádio” deve mandar a maioria de seus jogos durante o Brasileirão 2011 e quais times poderão atuar dentro da própria Arena.

Sem estádio:

América-MG - sem o estádio Independência, vai jogar principalmente na Arena do Jacaré
Atlético-MG - sem o Mineirão, vai jogar principalmente na Arena do Jacaré
Bahia - sem a Fonte Nova, deve jogar principalmente no estádio de Pituaçu
Ceará - sem o Castelão, deve jogar no estádio Presidente Vargas
Cruzeiro - sem o Mineirão, vai jogar principalmente na Arena do Jacaré
Flamengo - sem o Maracanã, deve se dividir entre o Engenhão e o estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé
Fluminense - sem o Maracanã, vai estrear contra o São Paulo em São Januário, mas ao longo do campeonato deve priorizar o Engenhão
Internacional - começa o campeonato jogando no Beira-Rio, mas pode ter de procurar outra casa à medida que as obras avançarem
Palmeiras * - sem o Palestra Itália, o time deve se dividir entre o Pacaembu, a Arena Barueri e estádios do interior paulista

* apesar de também passar por reformas, o estádio do Palmeiras não está entre os selecionados para receber jogos da Copa

Com estádio:

Atlético-GO - segue jogando normalmente no Serra Dourada
Atlético-PR - apesar da reforma para a Copa, a Arena da Baixada deve continuar abrigando os jogos do time
Avaí - segue jogando normalmente na Ressacada
Botafogo - segue jogando normalmente no Engenhão
Corinthians - o Itaquerão ainda está longe de ficar pronto, mas o time não sentirá os efeitos da Copa, já que seguirá jogando em seu palco mais tradicional, o Pacaembu
Coritiba - segue jogando normalmente no Couto Pereira
Figueirense - segue jogando normalmente no Orlando Scarpelli
Grêmio - segue jogando normalmente no Olímpico
Santos - segue jogando normalmente na Vila Belmiro
São Paulo - segue jogando normalmente no Morumbi
Vasco - segue jogando normalmente em São Januário

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.