Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Convocação de Luiz Gustavo já era esperada na Alemanha

Presente na lista da seleção brasileira que encara a Alemanha, polivalente jogador se transformou em peça-chave do poderoso Bayern

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Getty Images
Luiz Gustavo em ação contra a Inter de Milão, pela Liga dos Campeões
Quando Mano Menezes divulgou a lista de convocados para o amistoso da seleção brasileira contra a Alemanha , no dia 10 de agosto, muitos torcedores se preguntaram: quem é esse tal de Luiz Gustavo? Aos 24 anos de idade e natural de Pindamonhangaba, interior de São Paulo, o atleta é um dos destaques do Bayern de Munique e fará sua estreia pelo time nacional.

E não é de hoje que o jogador faz sucesso no futebol alemão. Até por isso, sua presença na relação de nomes não causou surpresa no país europeu. Os principais veículos de imprensa, como o diário "Bild" e a revista "Kicker", destacaram a convocação como justa, uma forma de recompensar suas boas atuações nos últimos anos.

Em 2007, Luiz Gustavo foi contratado pelo Hoffenheim, proveniente do Corinthians Alagoano. Naquela temporada, o volante foi fundamental na campanha que levou a modesta equipe do sudoeste germânico para a elite da Bundesliga pela primeira vez na história.

No seu primeiro ano na primeira divisão alemã, o Hoffe surpreendeu a todos conquistando o simbólico título de inverno da liga nacional – equivalente ao 1º turno –, ficando à frente do poderoso Bayern de Munique na tabela. No segundo turno, porém, a equipe perdeu força e terminou na 7ª colocação. Além de Luiz Gustavo, o time contava com o também brasileiro Carlos Eduardo, que surgiu no Grêmio.

Na temporada passada, o novo nome da seleção brasileira continuou brilhando pelo Hoffenheim, despertando o interesse do Bayern. Tanto que na metade da última Bundesliga, em janeiro de 2011, o clube bávaro desembolsou cerca de 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 33,3 milhões) para contar com o brasileiro em seu elenco.

A importância que Luiz Gustavo tinha dentro do Hoffenheim ficou evidente quando, no mesmo dia em que foi confirmada sua ida para o Bayern, o técnico Ralf Rangnick pediu demissão do cargo. A diretoria negociou o atleta sem o conhecimento do comandante, que preferiu não continuar sem o seu homem de confiança no meio. Atualmente, Rangnick dirige o Schalke 04 .

Apesar de ser volante de origem, o "curinga" Luiz Gustavo se destaca pela versatilidade em campo. Canhoto e com 1,87m de altura, ele frequentemente é utilizado como lateral esquerdo ou zagueiro, se transformando em peça-chave do Bayern. Como Mano Menezes convocou somente André Santos de lateral esquerdo para o duelo contra a Alemanha, em Stuttgart, é bem possível que o jogador atue nesta posição com a camisa amarela.

Na disputa da semifinal da Copa Audi, torneio amistoso que acontece na cidade de Munique, Luiz Gustavo começou no banco de reservas no duelo contra o Milan, mas entrou bem aos 18 minutos do segundo tempo. O brasileiro fez a função de volante pela esquerda, desarmou bem o time italiano e quase fez um belo gol, chutando colocado de fora da área. A bola passou raspando a trave do goleiro rival. Após empate por 1 a 1 no tempo normal, a equipe alemã venceu nos pênaltis.

Getty Images
Luiz Gustavo em ação contra a Inter de Milão, pela Liga dos Campeões

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG