Ônibus com cerca de 20 pessoas foi parado por torcedores que se irritaram com passagem de veículo na rua

Um ônibus com torcedores convidados de um patrocinador do Santos enfrentou problemas na chegada à Vila Belmiro cerca de uma hora antes do início do jogo contra o Corinthians , neste domingo. Por causa do grande número de torcedores caminhando pela rua, o veículo enfrentava dificuldades para trafegar e acabou interrompido por alguns santistas mais exaltados. O jogo terminou 2 a 1 para o Santos, que foi campeão estadual pela segunda vez consecutiva.

Um deles chegou a exibir um distintivo da polícia, tentando obrigar o motorista do ônibus a parar de andar, dando palavras de ordens e xingamentos. Outros ficavam parados em frente ao veículo, impedindo, assim, que ele chegasse ao seu destino.

Após cerca de dez minutos de impasse, a polícia militar interveio, abrindo espaço para que o veículo andasse normalmente. A ação, no entanto, não impediu que os torcedores xingassem os integrantes do grupo e dessem tapas na lataria do ônibus.

Polícia precisou tirar torcedores do caminho de ônibus de patrocinador
Danilo Lavieri, iG São Paulo
Polícia precisou tirar torcedores do caminho de ônibus de patrocinador


O ônibus andou cerca de 30 metros após a paralisação e encontrou o carro que estava fazendo sua escolta. Depois da confusão, cerca de 20 torcedores, na sua maioria sem o uniforme do Santos, desembarcaram e entraram no estádio protegidos, mas sem nenhum problema.

A uma hora do jogo começar, as ruas no entorno da Vila Belmiro tinham uma movimentação intensa e ação de cambistas, que compravam e vendiam ingressos. O estádio já apresentava lotação quase máxima, inclusive no setor de visitantes. Até mesmo a sala de imprensa não contava com mais espaços. Jornalistas chegaram a sentar no chão e precisaram ocupar espaços em que a visibilidade do campo é nula.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.