Líder não esquece confrontos do ano passado e os usa para voltar de Goiânia com a vitória

Tite deixou claro na sua última entrevista coletiva que o modesto Atlético-GO ainda está engasgado para o Corinthians pelas derrotas impostas pelos goianos em 2010 . E que por isso, a partida contra o time goiano neste domingo, às 16h, no estádio Serra Dourada, é apontada como fundamental não só para a manutenção da liderança, mas na busca pelo título. O Corinthians, com um jogo a menos, lidera o Campeonato Brasileiro com 19 pontos, três a mais que o vice-líder Flamengo.

Alex fará sua estreia como titular
Bruno Winckler
Alex fará sua estreia como titular

Siga a página do iG Corinthians no Twitter

“No ano passado perdemos seis pontos para o Atlético. Você olha a tabela final e ficamos com 68 pontos contra 71 do Fluminense. O jogador é inteligente e sabe a importância de todos jogos. Esses pontos são os mesmos do Grêmio, São Paulo, do Fluminense”, disse Tite. 

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a subir no ranking de torcidas

O Corinthians perdeu por 3 a 1 na última vez que visitou o Atlético-GO em Goiânia, no primeiro turno do ano passado. E como neste ano, a equipe era líder e invicta quando chegou para o confronto. No returno, no Pacaembu, outra vitória goiana, por 4 a 3, resultado que derrubou o técnico Adilson Batista.

Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

O volante Paulinho , que estava no elenco que perdeu aqueles dois jogos, diz que os jogadores do time eles já conversaram da importância de encarar todos os jogos da mesma forma. Ainda mais por conta do histórico recente nada satisfatório contra o time goiano. “Não é que esteja engasgado, mas perdemos as duas e isso incomoda. Temos que ter atenção, ter equilíbrio para sair de com o resultado. Todos sabem disso”, disse o volante, confirmado para este jogo.

Além do retrospecto recente não favorável, o Corinthians ainda precisará quebrar um tabu de seis anos. Desde 2005, o time não vence times goianos atuando no estádio Serra Dourada . Para Tite, o maior problema dos visitantes no Serra Dourada são as dimensões do campo, maior que o da média brasileira, e também o seco típico da capital goiana. Contra isso, Tite projeta manter a posse de bola e assim controlar as ações do jogo.

“Mais do que a dimensão do gramado, mas não sei dizer, tem a umidade maior. Para jogar bem lá tem de alternar o ritmo, porque se não afoga. Se não conseguir manter posse de bola, uma hora você vai cansar”, disse o técnico.

O Corinthians teve duas baixas de última hora para o jogo. Jorge Henrique e Emerson foram vetados pelo departamento médico e não viajaram a Goiânia. Alex será titular pela primeira vez.

O Atlético-GO, que assim como no ano passado chega para o confronto com o Corinthians brigando contra o rebaixamento, tem oito pontos e é o 15º colocado com a mesma pontuação do Atlético-MG, primeiro time da zona do descenso.

Nos três jogos que disputou no Serra Dourada, o time de PC Gusmão venceu apenas um, contra o Ceará, na quarta rodada. Por coincidência, na busca por mais uma vitória em casa, o time goiano terá no seu comando o mesmo que técnico que impôs a última derrota para o Corinthians em partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro. PC Gusmão era treinador do Vasco, time que bateu o Corinthians em outubro de 2010, antes da atual sequência de 16 jogos sem derrota do time paulista. São 11 vitórias e cinco empates.

FICHA TÉCNICA: ATLÉTICO-GO x CORINTHIANS
Estádio:
Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data e hora: 10 de julho de 2011, domingo, às 16h
Árbitro: Wilson Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Fábio Pereira (TO) e João de Souza Neto (DF)

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Rômulo, Pituca, Bida e Thiaguinho; Juninho e Anselmo. Técnico: PC Gusmão.

CORINTHIANS: Julio Cesar, Welder, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Willian, Alex e Liedson. Técnico: Tite.

PC Gusmão, hoje no Atlético-GO, era o técnico do Vasco na última derrota corintiana em Brasileiros
undefined
PC Gusmão, hoje no Atlético-GO, era o técnico do Vasco na última derrota corintiana em Brasileiros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.