Líder da Série B enfrentou um time que luta contra o rebaixamento, mas não conseguiu manter a boa fase

Nada deu certo para a Portuguesa na noite desta terça-feira, no estádio do Canindé. Encarando o Vila Nova , que briga para se livrar do perigo do rebaixamento, o time do técnico Jorginho não conseguiu repetir as recentes boas atuações, abusou dos 'chuveirinhos' e viu o time goiano, bem postado e sem temer a líder, marcar o gol da vitória com David, no começo do segundo tempo.

Com o resultado, a equipe paulista fica com os mesmos 36 pontos, e pode ver a Ponte Preta , que entra em campo logo mais contra o Boa , encostar na tabela de classificação. Enquanto isso, o Vila chega a 23 pontos, e ganha fôlego na luta contra a degola.

Na próxima rodada, os paulistas visitam o Duque de Caxias , às 20h30 (de Brasília), na próxima sexta-feira, enquanto o Vila recebe o Americana , às 16h20 (de Brasília), no sábado.

Vila Nova-GO conseguiu passar pela Portuguesa, de Edno, no Canindé
Gazeta Press
Vila Nova-GO conseguiu passar pela Portuguesa, de Edno, no Canindé

O Jogo
Os primeiros 20 minutos de partida foram movimentados no Canindé. Sem esperar a Portuguesa em seu campo de defesa, o time goiano tentava se postar à frente, mas era acuado pelo grande ímpeto dos anfitriões, que chegaram em boa chegada de Luis Ricardo pela direita, mas pararam em Michel Alves.

Mostrando que não estava apenas assistindo aos donos da casa tomarem conta da partida, o Vila respondeu em lance confuso, quando Guilherme quase desviou cruzamento contra o próprio gol e em boa jogada de Davi, que serviu Roni na área e viu o atacante bater cruzado, rente à trave de Weverton.

No lance seguinte, Ananias recebeu na frente, cortou para o meio e bateu colocado, mas errou o alvo. Após o começo eletrizante, no entanto, a lesão de Bérgson, que parou o jogo e teve de ser substituído por Wando, deu uma esfriada nos ânimos das equipes.

Entre para a Torcida Virtual de Portuguesa ou Vila Nova e convide seus amigos

As últimas grandes chances da primeira etapa foram já na parte final, quando Jajá evitou saída de bola pela linha de fundo e rolou para Wando, que carimbou o travessão. Depois, nos acréscimos, Roni sofreu falta quase na linha da área, mas acabou acertando a barreira na batida.

No segundo tempo, os visitantes novamente não se acanharam, e conseguiram calar o Canindé. Aos dez minutos, David recebeu no bico esquerdo da área, cortou Rogério e bateu firme no canto esquerdo de Weverton. A bola ainda tocou na trave e foi morrer no fundo das redes.

A Portuguesa tentou pressionar, mas esbarrava na falta de criatividade do meio-campo, que não se encontrou durante o duelo. Antes do fim, Mateus ainda foi expulso após parar contra-ataque com falta, fechando a noite ruim da líder diante dos seus torcedores.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 0 X 1 VILA NOVA

Local: estádio Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 16 de agosto de 2011, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Costa da Costa (RS)
Assistentes: Alexandre Kleiniche e João Monteiro de Souza Júnior (ambos do RS)
Cartões Amarelos: Mateus, Marcelo Cordeiro (Portuguesa); Jajá, Wando, Michel Alves e Éder Lima (Vila Nova)
Cartão Vermelho: Mateus (Portuguesa)
Gol: David, aos dez minutos do segundo tempo

PORTUGUESA: Weverton; Luís Ricardo, Mateus, Rogério e Marcelo Cordeiro; Ferdinando (Ronaldo), Guilherme, Henrique (Ivo), Marco Antônio e Ananias (Raí); Edno
Técnico: Jorginho

VILA NOVA: Michel Alves; Victor Ferraz (Gabriel), Augusto, Henrique e Éder Lima; Adílson, Ricardinho, David e Jajá (Geovani); Bérgson (Wando) e Roni
Técnico: Artur Neto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.