Felipão diz que vitória diante de paranaenses no Canindé coloca equipe em situação muito confortável

O Palmeiras entra em campo neste sábado contra o Atlético-PR já pensando em ter desempenho de campeão. Foi o que Luiz Felipe Scolari afirmou na sexta-feira, quando pediu uma vitória de sua equipe para manter o aproveitamento na casa dos 70%. Enquanto isso, o rival paranaense tenta sair do zero no Brasileirão. O time de Adilson Batista ainda não marcou gol nem fez pontos.

Para o duelo, Felipão faz certo mistério com a escalação do meio-campo. Ele condiciona a escalação à presença de Cicinho . O lateral sente o cansaço e ainda não é presença confirmada para o jogo. Lincoln, Patrik e Tinga brigam pela mesma vaga e dependem do número 2 estar ou não em campo.

“Treinamos com Patrik, com Tinga, com Lincoln e com Adriano. Não podemos contar com Dinei e também treinamos com Wellington Paulista. Agora é só observar depois do treinamento de hoje, porque alguns jogadores tinham cansaço. Depende do que é que o Cicinho vai nos responder até amanha. Mas é 99% de chance de ser aquele time que vocês já conhecem”, disse o treinador.

“Se somarmos, a gente chega a sete pontos em três jogos e continuamos com 70 e poucos por cento de aproveitamento. Com isso, qualquer time é campeão aqui no Brasil. Claro que são muitos jogos ainda, mas é bom começar bem”, explicou o treinador.
Kleber se prepara para o jogo contra o Atlético-PR
AE
Kleber se prepara para o jogo contra o Atlético-PR

No Atlético-PR o clima também é de mistério. O técnico Adilson Batista não confirmou a equipe que poderá variar no esquema tático. É possível que o time comece com três volantes, um meia e dois atacantes, no 4-3-2-1, ou com dois volantes e dois meias de armação.

“Às vezes você pode rever, pensar, trabalhar de um jeito num determinado jogo em função da característica do adversário”, disse após o treino desta sexta-feira

Desta forma, apenas Paulo Baier está confirmado no meio campo. Ele poderá ter Branquinho, Madson ou Héverton também na armação ou ser o único jogador criativo no setor. Já no ataque, Guerrón, com dores no joelho foi vetado, e Nieto pode ser a novidade no time.

“Pode ser o Nieto com o Madson. Tem o Héverton. Pode ser três meias e só o Nieto. Então, deixa o meu amigo Luiz Felipe Scolari lá pensando um pouquinho”, brincou Adilson Batista.

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS X ATLÉTICO-PR

Local:
Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data : 04/06/2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ).
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés e Ediney (RJ) Guerreiro Mascarenhas (RJ)

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Lincoln ou Tinga) e Luan; Adriano e Kleber
Técnico : Luiz Felipe Scolari

ATLÉTICO-PR : Márcio; Rômulo, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Deivid, Cleber Santana (Marcelo Oliveira), Marcelo Oliveira (Branquinho, Madson ou Héverton) e Paulo Baier, Adaílton e Nieto
Técnico : Adílson Batista

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.